Três alunas da escola Marshal Dostum, em maio deste ano, em Sheberghan, no norte do país, uma das primeiras capitais a cair em agosto.

O sonho desfeito das mulheres afegãs

A fotógrafa Kiana Hayeri saiu do Afeganistão rumo a Doha em 15 de agosto, depois de trabalhar durante sete anos no país. Centrada na situação das mulheres e crianças afegãs, ela tirou esta foto em 5 de maio na escola feminina Marshal Dostum, em Sheberghan. A cidade foi tomada pelos talibãs em 6 de agosto. As afegãs têm medo, mas principalmente desesperança. E contam isso em primeira pessoa

A economia da saudade
Imigração latino-americana

A economia da saudade

Isabella Cota / Catalina Oquendo / Mar Centenera / Jacqueline Fowks / Florantonia Singer / Heloísa Mendonça|Bogotá / México / Buenos Aires / Lima / Caracas / São Paulo|

Começam como um pequeno ‘contrabandos’ nas malas de parentes de expatriados, até virarem produtos de exportação, empreendimentos ou fenômenos transnacionais por obra da migração e da saudade de um sabor específico: doces da infância, pão de queijo, empanadas picantes, refrigerantes, farinha de milho. É o negócio do paladar sentimental

O pensador Ivan Krastev, em sua casa, em Viena.

Ivan Krastev: “Os russos acham que o mundo os engana, por isso se sentem com o direito de enganar”

Pensador búlgaro é uma referência do pensamento europeu e liberal adaptado ao século XXI. Ele acredita que essa opção aberta entrou em crise por causa de um certo doutrinamento, mas que sua pluralidade de visões prevalecerá. Moderou seu pessimismo sobre a UE pela sua atitude na emergência sanitária. Mas considera que a pandemia mudará as relações no mundo.

newsletters

Receba o boletim diário do EL PAÍS Brasil