Notícias sobre a crise política e a pandemia de covid-19, ao vivo | Aulas presenciais voltam em SP; Rio libera lotação máxima em eventos, teatros e museus

Menos de 30% das escolas estaduais têm capacidade de receber os alunos respeitando o distanciamento social. No Rio, danceterias e boates seguem proibidos de abrir, enquanto jogos só poderão ocorrer com público até 50% da capacidade

Em abril deste ano, as aulas retomaram pela segunda vez com capacidade de 35% dos alunos. Na imagem daquele mês, uma professora conversa com os alunos de uma escola em São Paulo.
Em abril deste ano, as aulas retomaram pela segunda vez com capacidade de 35% dos alunos. Na imagem daquele mês, uma professora conversa com os alunos de uma escola em São Paulo.Toni Pires
São Paulo / Brasília -

Aviso aos leitores: o EL PAÍS mantém abertas as informações essenciais sobre o coronavírus durante a crise. Se você quer apoiar nosso jornalismo, clique aqui para assinar. Para receber gratuitamente nossa newsletter de segunda à sábado ―com reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as informações mais importantes do dia no seu e-mail―, inscreva-se aqui.

As aulas presenciais serão obrigatórias em toda a rede estadual de São Paulo a partir desta segunda-feira para 100% dos alunos. Desde março do ano passado, esta é a primeira vez que as aulas retomam para todos os estudantes da rede. Do início da pandemia de covid-19 para cá, houve liberação do retorno das aulas em setembro do ano passado, para 35% dos alunos por dia, depois as escolas fecharam novamente em março, e retomaram em abril, também somente para 35% da capacidade. As creches retomarão de acordo com o calendário dos municípios. No Rio de Janeiro, um decreto publicado na manhã desta segunda-feira liberou a lotação máxima de teatros, cinemas, museus, parques, shoppings, centros comerciais, bibliotecas e eventos. Boates e danceterias seguem fechadas, enquanto jogos só poderão ocorrer com público que respeite a lotação de 50% da capacidade dos ginásios e estádios.

Acompanhe as últimas notícias:

Lucas de Arouca

Randolfe anuncia instalação de memorial às vítimas da covid-19

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP), vice-presidente da CPI, anunciou ao final da sessão desta segunda-feira a inauguração de um memorial às vítimas da covid-19, a ser instalado temporariamente no espelho d’água do Congresso Nacional, em Brasília.

"É um memorial para que nós nunca esqueçamos. Um memorial que deveria ser responsaiblidade do próprio Poder Executivo, mas é o mínimo para ser feito para lembrar. A vida cotidiana também é feita de símbolos", disse o senador. (Com Agência Senado)

Lucas de Arouca
Lucas de Arouca

Saúde investirá R$ 14 milhões para qualificar atendimentos de urgência

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira que investirá 14 milhões de reais na criação de 10 mil vagas para o Programa SOS de Ponta, com objetivo de qualificar profissionais da saúde para realizarem atendimentos de urgência e emergência em suas unidades de saúde.

"Vivemos hoje situação de emergência na saúde pública internacional. Nosso país teve mais de 600 mil óbitos decorrentes da covid-19. A grande lição dessa pandemia é o fortalecimento do sistema de saúde no Brasil”, disse o ministro Marcelo Queiroga durante a cerimônia de lançamento do programa. (com Agência Brasil)

 

Lucas de Arouca

SP: Doria anuncia redução do intervalo entre doses da Pfizer de 8 semanas para 21 dias

O Governador de São Paulo, Joao Doria (PSDB-SP), anunciou nesta seguda-feira em suas redes sociais que a vacinação contra a covid-19 com doses da Pfizer terá intervalo reduzido entre a primeira e a segunda aplicações. Agora, pessoas que tomarem o imunizante pela primeira vez poderão buscar a segunda dose 21 dias depois; antes, postos de saúde indicavam um intervalo de 8 semanas.

Segundo Doria, "a medida vai beneficiar cerca de 2 milhões de pessoas que poderão completar o esquema vacinal mais cedo". Até agora, segundo o portal VacinaJá, quase 64% de todo o Estado de SP já conta com esquema vacinal completo. Mais de 68,6 milhões de vacinas já foram aplicadas.

Elida Oliveira

Familiares de vítimas da covid-19 falam à CPI da Pandemia

Os senadores abriram os microfones da CPI da Pandemia, nesta segunda-feira, para que familiares de vítimas da covid-19 dessem seus depoimentos.

Para Randolfe Rodrigues, que hoje está presidindo a CPI, a pandemia trouxe "a pior dor" para estas pessoas. "O nosso povo sofreu a pior dor que se pode sentir. Quem não se compadece ouvindo esses relatos dos familiares das vítimas de COVID-19, não é digno do povo e não está apto para cuidar de qualquer país. Nossos sentimentos a todos, e nossa luta sempre em homenagem a vocês!", escreveu em uma rede social.

A manhã foi marcada por relatos emocionados.  Márcio Antônio do Nascimento Silva foi uma das pessoas que se pronunciou após perder o filho para a covid-19. "Três dias depis de enterrar meu filho, ouvi aquela fatídica frase: E daí?", contou, referindo-se a uma declaração do presidente Jair Bolsonaro ao comentar os números de óbitos da pandemia (veja vídeo abaixo).

Em uma rede social, o relator Renan Calheiros (MDB-AL) escreveu: "Hoje não devemos falar. Mas ouvir as 603.324 mil vítimas através desses impactantes depoimentos na CPI. Um deles disse: 'a gente não elabora o luto no silêncio. Façam um Relatório que expresse o que aconteceu'".

O senador Humberto Costa (PT-PE) também se manifestou. "Quantos filhos, sobrinhas, netos, bisnetas, pais, mães, avós, avôs e amigos se foram na pandemia por conta do descaso do governo no enfrentamento do coronavírus? Quantas vidas poderiam ter sido salvas se o país tivesse comprado as milhões de vacinas ofertadas ainda em 2020?", escreveu.

Marina Rossi

São Paulo desativa barreiras sanitárias no aeroporto e terminais de ônibus

As barreiras sanitárias para identificação de casos suspeitos de covid-19 no aeroporto e terminais rodoviários de São Paulo foram desativadas. Segundo a prefeitura da capital paulista, o encerramento dos trabalhos aconteceu na sexta-feira (15) devido à estabilização do número de casos na cidade.

Desde 27 de maio, as equipes da Coordenadoria de Vigilância em Saúde trabalharam no Aeroporto de São Paulo/Congonhas e os terminais da Barra Funda, Tietê e Jabaquara. No aeroporto, foram registrados 157 casos sintomáticos de covid-19 em 555,7 mil abordagens. Nos terminais rodoviários, foram 213 mil abordagens para identificação de 53 pessoas com sintomas da doença.

Foram feitas ainda abordagens educativas no Terminal de Cargas Fernão Dias e nos terminais de ônibus urbanos do Brás e do Pari. (Agência Brasil)

Marina Rossi

Senado pode votar subsídio para gás de cozinha nesta terça

O Plenário do Senado poderá votar amanhã o projeto de lei que prevê subsídios para a compra de botijões de gás de cozinha para famílias de baixa renda (PL 2.350/2021). O texto conta com relatório favorável e, se aprovado, seguirá para a Câmara dos Deputados.

O projeto cria o programa Gás para os Brasileiros, que poderá financiar até 100% do preço médio do botijão a cada dois meses. As famílias beneficiadas serão aquelas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo ou que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O autor da proposta é o senador Eduardo Braga (MDB-AM). O relator é o senador Marcelo Castro (MDB-PI), que promoveu alterações no texto com o objetivo de ampliar o valor do benefício em relação ao previsto no texto original. (Agência Senado)

Marina Rossi

Rio de Janeiro libera lotação máxima de teatros, cinemas, centros comerciais e eventos

A cidade do Rio de Janeiro liberou a lotação máxima em cinemas, teatros, eventos, shoppings, museus, bibliotecas e centros comerciais, com uso obrigatório de máscaras.

O decreto, publicado hoje pela manhã no Diário Oficial da União, mantém a proibição de boates, danceterias e salões de dança. Jogos com público podem ter 50% da capacidade máxima do estádio ou do ginásio.

 

Marina Rossi

Aulas presenciais voltam a ser obrigatórias a partir de hoje em São Paulo

A partir desta segunda-feira, as aulas presenciais se tornam obrigatórias para 100% dos alunos da rede estadual de São Paulo. No entanto, muitas escolas não têm estrutura física para acomodar os alunos na sala de aula respeitando o distanciamento entre eles. Por isso, na prática, muitas das instituições só voltarão a ter 100% de seus alunos em novembro, quando essa medida do distanciamento não será mais exigida.

Apenas 1.251 das 5.130 escolas estaduais conseguirão receber 100% dos alunos todos os dias da semana nesta segunda. Isso porque somente essas escolas conseguem garantir o distanciamento de 1 metro entre os alunos.

A exigência também vale para as escolas privadas, mas elas ainda terão prazos definidos pelo Conselho de Educação para se adaptarem. As escolas municipais seguirão os calendários estabelecidos por cada município. 

 

Marina Rossi

Bom dia! Damos início à nossa cobertura desta segunda-feira.

Afonso Benites

Encerramos por hoje a cobertura da crise da pandemia de covid-19. Obrigado pela companhia. Até mais!

Afonso Benites

Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil

Um avião com mais de 1,33 milhão de doses de vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech desembarcou na manhã deste domingo no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Esse foi o sexto lote entregue somente nesta semana, totalizando 10 milhões de doses. Essas doses são referentes ao segundo contrato estabelecido entre o governo brasileiro e a farmacêutica. Até o fim do ano, a estimativa é de entrega de 100 milhões de doses da vacina. No primeiro contrato estabelecido com o Brasil, a Pfizer já havia entregue outras 100 milhões de doses.

Antes de as vacinas serem distribuídas para a população, elas passarão por um controle de qualidade. De acordo com o Ministério da Saúde, das mais de 310,4 milhões de doses de vacina distribuídas no Brasil, 94,2 milhões são do imunizante da Pfizer/BioNTech.

Até este momento, mais de 260,1 milhões de doses de vacinas contra covid-19 foram aplicadas no Brasil, sendo 151,3 milhões delas de primeira dose. Segundo o Ministério da Saúde, mais de 108,7 milhões de brasileiros já completaram o esquema vacinal. (AGÊNCIA BRASIL)

Afonso Benites

Rio vai liberar lotação máxima de cinemas, casas de festas e shoppings

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), anunciou que amanhã (18) será publicado um novo decreto permitindo a lotação máxima em locais como teatros, cinemas, circos, museus, shoppings, casas de festas e espaços de eventos, parques de diversão, zoológico e outros espaços. É mais um passo adotado pelo município que vem flexibilizando as medidas restritivas adotadas para o combate à pandemia de covid-19. A obrigatoriedade do uso de máscara em todos esses espaços será mantida.

O anúncio foi feito durante evento de reabertura do CineCarioca Nova Brasília. A sala de cinema com 91 lugares, localizada no Complexo do Alemão, é a primeira instalada em uma comunidade da capital fluminense. O espaço inaugurado em 2010 estava fechado desde dezembro de 2019, antes mesmo do início da pandemia no Brasil.

"A gente recuperou, colocou para funcionar e a população agora pode ter acesso a um equipamento de cultura dessa qualidade", disse Paes. Ele esteve no local acompanhado do secretário de Governo e Integridade Pública, Marcelo Calero, e do diretor-presidente da RioFilme, Eduardo Figueira.

De acordo com a prefeitura, o CineCarioca Nova Brasília é a única opção de sala de cinema na área que compreende as 15 comunidades do Complexo do Alemão. Elas reúnem cerca de 60 mil habitantes. Diariamente, serão realizadas quatro ou cinco sessões com ingressos a partir de 5 reais. A programação incluirá filmes para as diversas faixas etárias. (AGÊNCIA BRASIL)

Afonso Benites

Brasil registra 130 mortes por covid-19. Três Estados não repassaram dados ao Governo

O Brasil registrou neste domingo mais 130 mortes em decorrência da covid-19. Desta forma, chega a 603.282 o número de óbitos por coronavírus. Há uma subnotificação nos dados já que, segundo o Ministério da Saúde, 3 das 27 Unidades da Federação não abasteceram o sistema de informações do Governo Federal. São eles: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins. No domingo, segundo o Ministério, também foram registrados 5.738 novos casos, o que eleva o número de infectados para 21.644.464.

Afonso Benites

Espanha promete vacinar 90% dos maiores de 12 anos antes de 2022

O Presidente do Governo da Espanha, Pedro Sánchez, prometeu este domingo que antes do final do ano 90% da população com mais de 12 anos será vacinada. Sánchez estabeleceu essa meta em seu discurso de encerramento do 40º Congresso Federal do PSOE, que se realizou em Valência.

O chefe do executivo iniciou seu discurso referindo-se à dura situação vivida pela Espanha e pelo mundo inteiro diante da pandemia do coronavírus. Mas apelando ao slogan do Congresso, "Avançamos", sublinhou que a Espanha avançou na superação da pandemia e, segundo rankings internacionais, ocupa o segundo lugar entre os países seguros contra covid-19.

“Apesar dos pessimistas, atenderemos 70% dos vacinados antes do final do verão e vamos atender até o final deste ano 90% da população com mais de 12 anos vacinada”, afirmou. Depois de vacinar 70%, Sánchez presidiu um ato em Guadalajara no dia 2 de setembro em que foi fixada a meta de 90%, mas até então não havia definido prazo para atingi-la.

Afonso Benites
Joana Oliveira

CPI da Pandemia adia leitura do relatório final

Senadores que compõem a CPI da Pandemia anunciaram neste domingo o adiamento da leitura do relatório final, que estava marcada para terça-feira. O texto do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que é relator da comissão, deve ser lido no dia 26 de outubro.  

O adiamento ocorre por conta de divergência entre o grupo majoritário de sete senadores que é majoritário dentre os 11 membros da comissão e que realizou uma reunião neste domingo para tentar chegar a consensos. Uma das grandes controvérsias diz respeito à inclusão da família Bolsonaro no relatório, uma vez que alguns parlamentares discordam da inteção de Calheiros de indiciar o presidente Jair Bolsonaro por genocídio da população indígena. Há ainda divergência sobre incluir ou não o nome do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) como indiciado no documento final. 

 

 

Joana Oliveira
Joana Oliveira

Reino Unido registra 45.140 novos casos de coronavírus em 24 horas, o maior número diário desde meados de julho

O Reino Unido registrou 45.140 novos casos de coronavírus neste domingo, o maior número diário desde meados de julho, de acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde. Este é o quinto dia consecutivo em que se registra um número diário de infecções acima de 40.000. Os casos notificados caíram ligeiramente no início do mês passado, mas têm crescido de forma constante desde meados de setembro. Nos últimos sete dias, o país registrou 300.081 infecções, 15,1% a mais que na semana anterior. Além disso, as instituições registraram 57 mortes desde ontem, o que eleva o número dos últimos sete dias para 852 mortes, 8,5% a mais que na semana anterior.

Joana Oliveira
Joana Oliveira

Internações por covid-19 em São Paulo caem 90% desde o pico da pandemia

A cidade de São Paulo registrou uma queda de 90% nas internações por covid-19 desde o pico da pandemia, em março deste ano, conforme mostram os números da secretaria municipal de Saúde. Entre os dias 8 a 28 de setembro, foram registradas 1.082 hospitalizações de pessoas maiores de 18 anos na rede pública, enquanto em período similar durante o primeiro trimestre de 2021 o número de adultos internados chegou a 10.000. De acordo com a secretaria, a queda nas internações se deve ao avanço da vacinação na capital paulista, que já conta com 87% da população adulta totalmente imunizada contra o coronavírus.  

Joana Oliveira
Joana Oliveira

No “Nós por nós”, favela da Maré chega a uma das menores taxas de transmissão da covid-19 no Rio

O EL PAÍS acompanhou no sábado um dia de imunização no conjunto de favelas do Rio, que foi o primeiro território do gênero no Brasil a receber vacinação em massa contra a covid-19, numa campanha que contou com a parceria da ONG Redes da Maré, da Prefeitura do Rio e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Passados menos de três meses e milhares de vacinados, a Maré celebra uma das menores taxas de transmissão de covid-19 do Rio de Janeiro, como informou o secretário de Saúde municipal, Daniel Soranz, nesta sexta, 15. Leia na reportagem de Mariana Assis. 

Joana Oliveira
Joana Oliveira

Pesquisadores brasileiros desenvolvem teste de covid-19 pela saliva e usando luz

Pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) desenvolveram uma nova tecnologia de teste para avaliar o diagnóstico de covid-19 pela saliva utilizando luz, informa a Agência Brasil. A formulação foi feita por um grupo do Laboratório de Bioanalítica e Eletroquímica da instituição de ensino. Os estudiosos adotaram uma técnica denominada entre os especialistas de eletroquimioluminescência.

Segundo esta técnica, um sinal elétrico é aplicado na saliva de um paciente. Caso haja o vírus na saliva da pessoa, esse sinal produz uma reação química e mostra o resultado na forma de aparição de luz vermelha, apontando o diagnóstico. Se o aparelho utilizado não ascender, o diagnóstico é negativo.

De acordo com os pesquisadores, é possível obter o resultado do diagnóstico em até uma hora e ele tem precisão semelhante ao do teste laboratorial RT-PCR. O teste indica a presença ou não do vírus e a carga viral. Outra vantagem apontada pelos autores da pesquisa é a análise de 20 amostras ao mesmo tempo.

O dispositivo utilizado para o teste também pode ser conectado a um smartphone. Assim, ele “roda” sem a necessidade de um técnico especializado para comunicar o resultado do exame realizado.

Joana Oliveira
Joana Oliveira

Bom dia! Retomamos a cobertura sobre a pandemia de covid-19 no mundo e a crise no Brasil. 

Joana Oliveira


Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: