Chacina do Jacarezinho

Em afronta ao STF, polícia do Rio impõe sigilo a operação do Jacarezinho e outras ações na pandemia por cinco anos

Documentos são classificados como “reservados” por cinco anos. Corporação negou ao portal ‘UOL’ o acesso ao comunicado que justifica a operação para o MP-RJ e ao relatório final da ação, que resultou em 28 mortes e foi a mais letal da história do Estado. Entidades de Direitos Humanos reagem