Um sátrapa

Robert Mugabe dominou o Zimbábue durante 37 anos. Submeteu seu povo a matanças e fomes, embora tenha sido declarado “herói nacional” pelo mesmo Governo que o expulsou do poder

A inesperada ameaça dos elefantes famintos

Fazendas do Zimbábue que prosperaram graças à irrigação e à energia solar sofrem ataques de paquidermes que põem em risco sua viabilidade e a segurança das comunidades

Morre Robert Mugabe, ex-presidente de Zimbábue, aos 95 anos

Líder autoritário se manteve por quase quatro décadas no poder e foi destituído em 2017, depois de um golpe militar que levou o então vice-presidente ao poder

“Não há água potável, eletricidade, escolas nem saúde; é uma autêntica catástrofe”

Luis López, médico espanhol em Moçambique, alerta para o risco de surtos de cólera e tifo nas próximas semanas, depois da passagem do ciclone Idai

Ciclone Idai mata centenas e devasta o sudeste da África

Número oficial de mortos em Moçambique, Zimbábue e Maláui é de cerca de 450, mas pode superar 1.000. Mais de 1,7 milhão de pessoas foram atingidas pelas tempestades

Primeira eleição após Mugabe confirma braço direito do ditador no poder

Mnangagwa continuará no comando do Zimbábue após assumir a presidência em um golpe no ano passado. Oposição aponta fraude

Nasce uma nova era no Zimbábue

Substituto de Mugabe, que foi destituído da vice-presidência, voltou ao país com discurso de otimismo

Mugabe renuncia à presidência do Zimbábue

Uma semana após o Exército assumir o controle do país, mandatário deixa o cargo que ocupou por 37 anos

Mugabe evita renúncia em discurso à nação rodeado de generais

ZANU-PF destitui o presidente nonagenário e faz um ultimato para que abandone o cargo

Mugabe se nega a renunciar, apesar da intervenção do Exército

África do Sul tenta mediar a crise do Zimbábue com dois enviados a Harare e uma reunião dos países da região em Botsuana

Cinco elementos-chave para entender o que acontece no Zimbábue

Expurgos internos e luta pela sucessão do presidente estão entre os fatores que desencadearam a crise

Exército toma as ruas no Zimbábue e mantém Mugabe sob custódia

Militares afirmam que o presidente está a salvo e negam que se trate de um golpe de Estado

A intervenção militar no Zimbábue, em imagens

A dramática morte de um dos caçadores mais famosos do mundo

Elefante esmaga Theunis Botha após receber um tiro, no Zimbábue

Caçador alemão mata o maior elefante do Zimbábue

Abate, ocorrido fora de áreas protegidas, reaviva a polêmica após a morte do leão Cecil

Cecil ou os limites da caça esportiva

Walter Palmer diz que acreditava que a caça era legal, mas tem antecedentes de caça clandestina

Zimbábue investiga a caça clandestina de outro leão antes da morte de Cecil

Jericho, o segundo leão da alcateia, foi encontrado com vida e em bom estado

Autoridades do EUA procuram Palmer pela morte do leão Cecil

Serviço de Pesca e Vida Selvagem abriu uma investigação sobre a caça

Walter Palmer, caçador do leão Cecil, já matou um urso de forma irregular

Dentista norte-americano já foi punido em 2006 Zimbábue inicia o processo contra dois homens que o acompanhavam quando matou leão

Por que o sangue do leão Cecil mancha a todos nós

Talvez a indignação generalizada contra o caçador reflita uma conscientização: ou nos salvamos e respeitamos juntos, ou juntos nos perderemos

Dentista que caçou leão Cecil diz que não sabia que fizera algo “ilegal”

“Não tinha nem ideia de que o leão que matei era um animal de estimação local"

Norte-americano é identificado como o caçador do leão Cecil no Zimbábue

O cidadão de Minneapolis, Walter James Palmer, abateu o felino, segundo a ZCTF O animal agonizou 40 horas antes de morrer em Hwange (Zimbábue)

“O leão Cecil demorou dois dias para morrer. É uma grande tragédia”

Presos os dois acompanhantes do caçador espanhol, que ainda não foi identificado

Espanhol não identificado caça o leão mais querido do Zimbábue

O homem, cuja identidade ainda é desconhecida, pagou 50.000 euros para matá-lo

Zimbábue diz adeus às notas de 100.000.000.000.000 de dólares

País tira moeda de circulação e dará 5 dólares dos EUA por 175 quatrilhões zimbabuanos