ROBERT MUGABE

Carne de elefante para comemorar o aniversário de Mugabe

Grupos conservacionistas denunciam as excentricidades dos festejos dos 91 anos do presidente de Zimbábue

O presidente de Zimbábue, Robert Mugabe, ao lado da mulher, Grace
O presidente de Zimbábue, Robert Mugabe, ao lado da mulher, Grace

O presidente de Zimbábue, Robert Mugabe, planeja celebrar seu aniversário de 91 anos em grande estilo. A festa, prevista para o fim deste mês, acontecerá em um hotel de luxo localizado perto das Cataratas Victoria, o Elefant Hills Resort, um local que conta com spa, piscina, quadras de tênis e um grande campo de golfe. No entanto, o que está provocando mais polêmica é o fato de o menu do jantar, para o qual estão convidadas cerca de 20.000 pessoas, incluir carne de elefante e de impala, entre outros animais selvagens, de acordo com informações do jornal local Chronicle. Os protestos dos grupos conservacionistas não esperaram o festejo.

Mais informações

O churrasco em que Mugabe e o Movimento 21 de Fevereiro –data de nascimento do presidente– pretendem oferecer a seus comensais inclui dois elefantes, dois búfalos e cinco impalas, que procedem da donação de um proprietário de terras local chamado Tendai Musasa, que assegurou ao Chronicle que “é uma forma de apoiar o evento e garantir um ambiente festivo em nossa comunidade”. Além disso, está previsto que seja entregue a Mugabe uma cabeça de leão recém-caçado, o que eleva o custo em animais selvagens para algo acima de 320.000 reias. “No momento estamos negociando com a Autoridade de Parques e Gestão da Vida Selvagem para poder caçar os animais alguns dias antes da festa, e com o hotel que vai conservar a carne”, acrescentou Musasa.

Cerca de 20.000 pessoas estão convidadas para a festa em um hotel de luxo

Além dos conservacionistas, que consideram que este cardápio de animais selvagens é “totalmente contra a ética” e que deveria ser proibido, segundo disse Johny Rodrigues, presidente do grupo Zimbabue Conservation Task Force, os primeiros a protestar foram os moradores da região das Cataratas Victoria, que acusam Musasa de ter anunciado a doação sem consultá-los antes e sem dar nada em troca, uma vez que são animais pelos quais normalmente se paga uma cota à comunidade no caso de serem caçados. “Eles foram informados”, respondeu Musasa. "Ninguém no seu perfeito juízo iria se opor a este presente, porque os moradores da comunidade são os beneficiários do programa de reforma agrária cujo arquiteto é exatamente quem vai receber essa doação."

Mugabe (com os braços para o alto) na comemoração de seu aniversário de 89 anos.
Mugabe (com os braços para o alto) na comemoração de seu aniversário de 89 anos.CORDON PRESS

Essa não é a primeira vez que Mugabe, famoso por suas excentricidades, faz uma festa luxuosa. No ano passado, por ocasião de seu aniversário de 90 anos, ele soltou 90 balões e ordenou a morte de 90 vacas, antes de oferecer a seus milhares de convidados uma torta de 90 quilos. O mais paradoxal é que, enquanto o líder nonagenário do país, que acaba de ser eleito presidente da União Africana, esbanja dinheiro em festas extravagantes, boa parte da população do país vive abaixo da linha da pobreza. O Velho Bob (como é conhecido em seu país) está a nada menos do que 35 anos no poder, e a possibilidade de ser sucedido à frente do partido governista e, portanto, do país, por sua esposa, Grace Marufu, assusta os zimbabuanos, que a consideram uma encarnação ainda maior da extravagância e do desperdício.