Ao Vivo

Notícias da covid-19 e a política no Brasil, ao vivo | Datafolha: Lula venceria Bolsonaro por 56% a 31% em 2º turno de 2022

Presidente tem 53% de reprovação, novo recorde segundo o instituto. PF faz buscas na sede da Precisa, investigada no caso Covaxin, a pedido de CPI. Siga as últimas notícias

Pacientes passam por checagem médica antes de receber vacina da covid-19 em Medã, Indonésia, nesta sexta.
Pacientes passam por checagem médica antes de receber vacina da covid-19 em Medã, Indonésia, nesta sexta.DEDI SINUHAJI / EFE
São Paulo / Brasília - 17 set 2021 - 16:04 UTC

Aviso aos leitores: o EL PAÍS mantém abertas as informações essenciais sobre o coronavírus durante a crise. Se você quer apoiar nosso jornalismo, clique aqui para assinar. Para receber gratuitamente nossa newsletter de segunda à sábado ―com reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as informações mais importantes do dia no seu e-mail―, inscreva-se aqui.

A pedido da CPI da Pandemia, a Polícia Federal realiza buscas em endereços ligados à empresa Precisa Medicamentos em São Paulo, investigada no caso da contestada compra da vacina indiana Covaxin pelo Ministério da Saúde. O Caso levou o presidente Jair Bolsonaro a ser investigado por suspeita de prevaricação, por suspeita de não ter agido ao saber de irregularidades nas negociações. O presidente atingiu sua maior reprovação desde seu início do mandato, sendo rejeitado por 53% da população, segundo pesquisa Datafolha. Sondagem eleitoral divulgada nesta sexta pelo instituto mostra que o ex-presidente Lula (PT) mantém vantagem sobre mandatário em uma eventual disputa em 2022. O petista venceria Bolsonaro por 56% a 31%, ante 58% a 31% levantados na pesquisa de julho.

Leia as notícias mais importantes do dia:


Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50