Ao Vivo

Notícias sobre a covid-19 e a crise política | Brasil beira as 510.000 mortes na pandemia

CPI pede proteção para servidor e empresário ligados ao caso Covaxin. Na comissão, pesquisador diz que Brasil teria poupado até 95.000 vidas sem atraso nas vacinas. Ex-governador José Serra é diagnosticado com covid-19. Portaria restringe entrada de estrangeiros no país. Estados Unidos doam 3 milhões de doses da Janssen para o Brasil

Um funcionário passa por um mural com o tema do coronavírus em homenagem aos trabalhadores de saúde do Hospital Geral Regional de Cengkareng em Jacarta, na Indonésia.
Um funcionário passa por um mural com o tema do coronavírus em homenagem aos trabalhadores de saúde do Hospital Geral Regional de Cengkareng em Jacarta, na Indonésia.Tatan Syuflana / AP
São Paulo / Brasília - 25 jun 2021 - 01:54 UTC

Aviso aos leitores: o EL PAÍS mantém abertas as informações essenciais sobre o coronavírus durante a crise. Se você quer apoiar nosso jornalismo, clique aqui para assinar. Para receber gratuitamente nossa newsletter de segunda à sábado ―com reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as informações mais importantes do dia no seu e-mail―, inscreva-se aqui.

O presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD-AM), enviou à Polícia Federal um pedido de proteção ao deputado Luis Miranda e ao irmão dele, Luis Ricardo Miranda, que vão prestar depoimento nesta sexta-feira. Luis Miranda afirma diz ter recebido pressões no Governo para o fechamento a compra da vacina Covaxin, investigada pela comissão e pelo Ministério Público Federal. Os senadores ouviram o epidemiologista Pedro Hallal e Jurema Werneck, diretora executiva da Anistia Internacional Brasil. Hallal disse que 4 em cada 5 mortes por covid-19 poderiam ter sido evitadas caso o Brasil estivesse na média da resposta mundial à pandemia. “Não há razão para isso além da postura anticiência.” De acordo com ele, entre 45.000 e 95.000 mortes poderiam ter sido evitadas caso o país tivesse comprado vacinas a tempo. O país registrou nesta quinta-feira mais 2.032 mortes pelo coronavírus e alcança 509.141 óbitos na pandemia.

Acompanhe as notícias mais importantes do dia:


Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50