Ao Vivo

Notícias sobre a covid-19 | Queiroga e diretor da Anvisa depõem em CPI nesta quinta

Após Teich e Mandetta, senadores convocam ex-ministro Ernesto Araújo e ex-secretário de Comunicação Fabio Wajngarten para falar sobre pandemia. Brasil registra 2.811 novas mortes nas últimas 24 horas. Em decisão histórica, Biden apoia quebra de patentes de vacinas contra a covid-19

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich em depoimento na CPI da Covid-19 no Senado.
O ex-ministro da Saúde Nelson Teich em depoimento na CPI da Covid-19 no Senado.ADRIANO MACHADO / Reuters
São Paulo / Brasília - 06 mai 2021 - 03:00 UTC

Aviso aos leitores: o EL PAÍS mantém abertas as informações essenciais sobre o coronavírus durante a crise. Se você quer apoiar nosso jornalismo, clique aqui para assinar. Para receber gratuitamente nossa newsletter de segunda à sábado ―com reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as informações mais importantes do dia no seu e-mail―, inscreva-se aqui.

Mais informações

Em decisão histórica, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou que o país aceitará suspender as patentes de vacinas contra a covid-19. Isso significa, na prática, que várias empresas poderiam produzir vacinas (e não apenas as farmacêuticas que desenvolveram o imunizante), o que aumentaria o abastecimento global e derrubaria preços. Em Brasília, o ex-ministro da Saúde Nelson Teich reafirmou em seu depoimento nesta quarta na CPI da Covid sobre os motivos que o levaram a deixar o Ministério após 29 dias de gestão: a falta de autonomia para conduzir a pasta e a divergência com o presidente Jair Bolsonaro sobre o uso da cloroquina, um medicamento sem eficácia para a covid-19. O Brasil registrou nas últimas 24 horas 2.811 novas mortes pela covid-19, totalizando 414.399 óbitos, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados nesta quarta-feira. Os números de mortes e novos casos de covid-19 seguem altos na Índia, epicentro da pandemia no mundo há semanas. Nesta quarta-feira, o país asiático, que tenta com a África do Sul derrubar patentes de vacinas e remédios, estabeleceu um novo recorde local de mortes, 3.780, e as novas infecções seguiam acima de 380.000.

Acompanhe as notícias mais importantes do dia:


Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50