Notícias sobre covid-19 | STF seguirá nesta quinta votação sobre destino de Lula em 2022

Câmara paralisa trabalhos após morte do deputado Schiavinato (PP-PR), aos 66 anos, por covid-19. Autoridades alemãs aplicarão vacinas de Pfizer e Moderna em maiores de 60 anos que já receberam o imunizante da AstraZeneca. Brasil registra 3.459 mortes por covid-19 em 24 horas; siga as últimas notícias

O presidente do STF, Luiz Fux, fala com os outros ministros da Corte durante a sessão desta quarta-feira, 14 de abril.
O presidente do STF, Luiz Fux, fala com os outros ministros da Corte durante a sessão desta quarta-feira, 14 de abril.Felipe Sampaio (SCO/STF)
São Paulo / Brasília - 15 abr 2021 - 02:19 UTC

Aviso aos leitores: o EL PAÍS mantém abertas as informações essenciais sobre o coronavírus durante a crise. Se você quer apoiar nosso jornalismo, clique aqui para assinar. Para receber gratuitamente nossa newsletter de segunda à sábado ―com reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as informações mais importantes do dia no seu e-mail―, inscreva-se aqui.

Maioria do ministros do Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quarta-feira que o plenário vai julgar se acata ou não a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato. A análise que pode selar o destino de Lula nas eleições de 2022 seguirá nesta quinta. Também nesta quarta, o Supremo ratificou a decisão do ministro Luis Roberto Barroso de ordenar que o Senado abra a CPI da Pandemia, que põe na mira o Governo Bolsonaro. Nesta quarta-feira, o Brasil registrou 3.459 mortes em decorrência do novo coronavírus, o que eleva o total de vítimas fatais da doença no país a 361.884, segundo informaram o Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Uma das possíveis saídas da crise sanitária, a vacina da AstraZeneca segue envolta por desconfianças, devido à identificação de casos de trombose em imunizados. A Câmara dos Deputados está de luto nesta quarta-feira pela morte do primeiro parlamentar da casa em exercício morto como consequência da infecção pelo novo coronavírus. Ex-prefeito de Toledo, no Paraná, o deputado Jose Carlos Schiavinato (PP-PR) estava em seu primeiro mandato e morreu na noite da terça-feira, aos 66 anos. O presidente da Câmara suspendeu os trabalhos para o dia. Além de Schiavinato, três senadores também faleceram de covid-19.

Acompanhe ao vivo as notícias mais importantes do dia:


Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50