Ao Vivo

Notícias sobre a covid-19 e a crise | Brasil registra recorde de 1.910 mortes por covid-19 em 24 horas

Ministério diz que negociação para comprar russa Sputinik V está avançada e que projeto libera caminho para Pfizer e Janssen. Após novos dados, Alemanha autoriza dose da AstraZeneca para maiores de 65 anos. Frente Nacional dos Prefeitos promove consórcio para organizar compra de imunizantes no Brasil. OPAS alerta para “combinação mortal” de pandemia, dengue e enchentes no Acre

Consumidores aguardam atendimento em loja de Praga, na República Tcheca.
Consumidores aguardam atendimento em loja de Praga, na República Tcheca.DAVID W CERNY / Reuters
São Paulo / Brasília - 04 mar 2021 - 02:17 UTC

Aviso aos leitores: o EL PAÍS mantém abertas as informações essenciais sobre o coronavírus durante a crise. Se você quer apoiar nosso jornalismo, clique aqui para assinar.

O Brasil registrou nesta quarta-feira um novo recorde diário de mortes por covid-19: foram 1.910 óbitos, segundo o Ministério da Saúde, com um total de 259.271 vítimas desde o início da pandemia. A pasta também contabilizou 71.704 novos casos de coronavírus, totalizando 10.718.630 infecções. Também nesta quarta-feira, a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) alertou que o Acre enfrenta emergência devido a uma “combinação mortal” de infecções por covid-19, epidemia de dengue e enchentes em várias cidades. E a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) detalhou como os municípios brasileiros pretendem se organizar para comprar vacinas contra o coronavírus ―a Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira projeto que autoriza Estados, municípios e o setor privado a comprar vacinas com registro ou autorização temporária de uso no Brasil; falta a sanção presidencial. Destacando que não tem envolvimento formal no consórcio, a FNP diz que “até o momento, 649 cidades já manifestam interesse” de participar da iniciativa.

As notícias mais importantes do dia:


Mais informações