Manifestante em Brasília nesta quarta-feira.

Após pedir investigação da PF, oposição desiste de federalizar caso Marielle

Movimentos sociais convocam protestos para o próximo dia 5 contra Bolsonaro e a favor da apuração do assassinato da vereadora

Caso Marielle Franco
Bolsonaro em apresentação para investidores em Riad, Arábia Saudita

Bolsonaro convoca Moro em caso Marielle e acusa Witzel de querer desgastá-lo por sucessão em 2022

Do exterior, presidente diz que vai acionar ministro da Justiça para esclarecer depoimento do porteiro do seu condomínio que diz ter ligado para sua casa no dia da morte de Marielle para autorizar a entrada de Élcio Queiroz, preso este ano pelo assassinato da vereadora

Caso Marielle Franco
Bolsonaro na Arábia Saudita.

Nome de Bolsonaro aparece em investigação do caso Marielle, que pode ir para o STF

Segundo Jornal Nacional , em depoimento, porteiro diz que acusado de matar vereadora buscou Bolsonaro em seu condomínio no Rio de Janeiro no dia do crime. Mandatário faz live e ataca TV Globo

Caso Marielle Franco
Manifestantes seguram bandeira com rosto de Marielle Franco, no dia 23 de setembro, no Rio.

Investigações avançam sobre familiares de PM acusado de executar Marielle e Anderson

Polícia Civil do Rio prende esposa de Ronnie Lessa, acusada de montar esquema para descartar no mar as armas usadas no crime. Outros três suspeitos foram presos por envolvimento

Caso Marielle Franco
O ex-deputado Domingos Brazão, suspeito de ser o mandante do assassinato de Marielle

Domingos Brazão, o suspeito de ser o “autor intelectual” da morte de Marielle

Raquel Dodge pediu ao STJ a abertura de um novo inquérito para apurar os possíveis mandantes da morte da vereadora. Para ela, fracasso na busca dos culpados imporia a responsabilização internacional do Brasil

Procuradoria-Geral da República
Mural com Marielle no Rio.

A duas semanas de deixar PGR, Raquel Dodge estuda federalização do caso Marielle

Procuradora-geral, cujo substituto deve ser anunciado em breve por Bolsonaro, avalia falhas na investigação do assassinato da vereadora e pode pedir intervenção do STJ

Análise
Ato pelo Lula Livre, neste domingo em São Paulo.

Lula e Marielle, símbolos de duas esquerdas separadas nas ruas

Ato da campanha Lula Livre, semanas depois das homenagens à vereadora assassinada, marcam as diferenças de idade e prioridades temáticas das mobilizações progressistas

josé claudio alves | sociólogo especialista em milícias
O sociólogo José Cláudio Souza Alves, que estuda as milícias há 26 anos.

“A prisão dos supostos assassinos de Marielle é só um ‘cala a boca’ para a sociedade”

Para José Cláudio Alves, especialista em milícias, morte está ligada a estes grupos, que seguem “intocáveis” sob uma estrutura política e econômica. Identificar mandantes é decisivo para mostrar a realidade

Bandeiras em homenagem a Marielle Franco em manifestação no centro do Rio.

Ruas carregam Marielle como símbolo e cobram avanços na investigação

Atos em aniversário de mortes somam pressão “Quem mandou matá-la?”.

Coluna
Mural em São Paulo em homenagem a Marielle Franco

Quem mandou matar Marielle? E por quê?

Bolsonaro, que governa o Brasil pela administração do ódio, deveria ser o maior interessado em desvendar o crime

Caso Marielle

O último dia ao lado de Marielle Franco

Fernanda Chavez, assessora parlamentar e única sobrevivente do ataque no dia 14 de março de 2018, relata a rotina daquele dia com Marielle Franco, assassinada com Anderson Gomes no centro do RJ

Tribuna
Bandeira com o rosto de Marielle Franco, no dia 5 de março.

O feminicídio político de Marielle Franco

A tentativa de interromper a sua escalada política se justifica porque Marielle representou e ainda representa uma ameaça aos podres poderes aliados às máfias no Rio

Caso Marielle
O delegado Giniton Lajes, que cuidava do caso Marielle.

Segunda fase de investigação sobre crime de Marielle terá novo delegado

Governador Wilson Witzel afirmou que Giniton Lages está cansado e deve passar um tempo na Itália

Marielle Franco em foto tirada em 28 de novembro de 2017 na Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Caso Marielle: Polícia Civil e MP cumprem novos mandados de busca no Rio

Material apreendido é encaminhado para a Delegacia de Homicídios, onde estão presos os dois suspeitos do crime desde a madrugada de ontem

Caso Marielle
O ex-PM Élcio Queiroz ao lado do presidente Jair Bolsonaro em foto de conta de Facebook atribuída ao primeiro.

Caso Marielle, uma investigação radioativa para os Bolsonaro

Elo de familiares de foragido com gabinete de Flávio Bolsonaro e a conduta pública da família presidencial elevam a voltagem da trama que se aprofunda no crime organizado do Rio

Caso Marielle Franco
Polícia Civil expõe imagens de suspeitos no caso Marielle Franco no Rio de Janeiro.

Acusado de matar Marielle foi avisado de que seria preso, diz promotora

Por causa de vazamento, operação que prendeu Ronnie Lessa e Elcio Queiroz, denunciados pelo Ministério Público pelos homicídios da vereadora e do motorista Anderson Gomes, precisou ser antecipada

Caso Marielle Franco
O governador Wilson Witzel e o delegado Giniton Lages, nesta terça no Rio.

Prisão de suspeitos de matar Marielle eleva pressão para rastrear mandantes

Quase um ano após crime, autoridades respondem primeiras perguntas em meio a apuração paralela da PF. Investigação sobre papel de Escritório do Crime segue em sigilo

Caso Marielle Franco
Bandeira com o rosto de Marielle no carnaval do Rio

Perguntas sem resposta sobre o assassinato de Marielle e Anderson

A elucidação dos responsáveis pelas mortes é apenas a primeira etapa da solução do crime que completa um ano. Falta entender as conexões entre outros personagens que a investigação trouxe à tona

Caso Marielle Franco
Mural com Marielle no Rio.

Caso Marielle: O que se sabe até agora sobre o crime que completa um ano

A vereadora foi executada junto com Anderson Gomes no dia 14 de março de 2018 por disparos dados pelo policial reformado Ronnie Lessa

Caso Marielle Franco
Foto facilitada pela Polícia Civil do Rio dos dois suspeitos presos: Ronnie Lessa (esquerda) e Elcio Vieira de Queiroz (direita)

Acusados de matar Marielle, PM e ex-PM são presos no Rio de Janeiro

Segundo polícia e Ministério Público, Ronie Lessa, PM reformado, teria feito os disparos e Elcio Vieira de Queiroz, ex-PM, conduzido o veículo usado no crime, que matou também o motorista Anderson Gomes. Investigação de crime, que completará um ano, foi dividida

Como vota Rio das Pedras, reduto da mais antiga milícia carioca

Levantamento da agência Pública mostra quem são os políticos mais votados na favela que ficou famosa após prisão de chefe da milícia ligado a Flávio Bolsonaro

Coluna
A viúva de Marielle Franco, Mônica Benício, ao lado de grafite da vereadora assassinada.

Marielle assombra Flávio Bolsonaro mais morta do que viva

Não se pode voltar a matar os mortos, mas sua memória, sua força de denúncia, seu legado ainda continuam vivos. Nos julgam e nos perseguem

Eleições 2018
Talíria Petrone, Renata Souza, Mônica Francisco e Dani Monteiro.

As ‘outras’ Marielles que o Rio elegeu

Renata Souza, Mônica Francisco e Dani Monteiro, assessoras da vereadora, se tornaram deputadas estaduais. Já Talíria Petrone foi uma das mais votadas para a Câmara Federal

Caso Marielle Franco
Protesto quando morte de Marielle Franco completou um mês.

Tempo de investigação da morte de Marielle já supera o de outros casos parecidos

Ministro Raul Jungmann declarou que solução para crime viria no mesmo tempo que o dos casos de Amarildo e juíza Patrícia Acioli, mas promessa não foi cumprida

Caso Marielle Franco
Manifestação em homenagem à vereadora Marielle Franco, em março deste ano.

Investigações do caso Marielle se voltam para deputados do MDB do Rio

Possível envolvimento de políticos, entre eles o ex-presidente da Alerj Jorge Picciani, foi discutido entre delegados, procuradores e o deputado Marcelo Freixo, segundo revista Veja e TV Globo

Caso Marielle Franco
Marielle Franco, em novembro de 2017 na Câmara dos Vereadores do Rio.

Polícia do Rio prende dois suspeitos de envolvimento na morte de Marielle

Ex-PM e ex-bombeiro foram apontados por testemunha como ligados a miliciano que teria planejado execução da vereadora. Prisão desta terça se deve à suspeita de terem praticado duplo homicídio no ano passado

Marielle Franco na Cinelândia em janeiro deste ano.

Caso Marielle Franco: testemunha envolve vereador e miliciano no assassinatos, diz jornal

Segundo O Globo, homem procurou a polícia para acusar Marcello Siciliano, do PHS, e o ex-PM Orlando Oliveira de Araújo de planejar morte da vereadora do PSOL