Profissionais transferem o corpo de vítima da covid-19 no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre, no dia 3 de março.
Pandemia de coronavírus

Na corrida contra o colapso da covid-19, abrir leitos é a única e precária arma dos Estados

Afonso Benites / Aiuri Rebello / Diogo Magri / Felipe Betim / Gil Alessi / Joana Oliveira / Naira Hofmeister / Steffanie Schmidt|Brasília / São Paulo / Porto Alegre / Manaus|

Levantamento feito pelo EL PAÍS com as secretarias estaduais da Saúde indica que não há plano B para evitar sobrecarga no sistema. Já faltam equipes médicas em alguns locais. “As ampliações são finitas”, diz Paraná. “Vai ter paciente no corredor ”, diz secretário de São Paulo

Carlos Lula, secretário de Saúde do Maranhão e presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde.
Carlos Lula, presidente do Conselho Nacional de Secretários da Saúde

“Nosso trabalho na vacinação é desconstruir o imaginário social de que o que vem da China é ruim”

Presidente do Conselho Nacional de Secretários da Saúde, Carlos Lula diz que Governo Bolsonaro errou na estratégia de imunização por inicialmente apostar em uma única vacina contra a covid-19. Ainda assim, aposta na capilaridade do SUS para vacinar todo o país até meados de 2022

newsletters

Receba o boletim diário do EL PAÍS Brasil