Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Restaurante vegano na Espanha proíbe as mamadeiras com leite

Estabelecimento de Tarragona, crítico ao uso de leite de vaca para os bebês, não aceita nenhum alimento que não saia da sua cozinha

O restaurante vegano El Vergel, localizado no centro de Tarragona (nordeste da Espanha), se viu envolvido numa polêmica por causa da sua rigorosa política de rejeição aos alimentos processados e que sejam de procedência animal. A direção do estabelecimento não permite que os clientes deem mamadeiras com leite de vaca aos bebês, e a norma causou surpresa e irritação entre alguns comensais.

O El Vergel, o restaurante vegano que proíbe as mamadeiras com leite de vaca.
O El Vergel, o restaurante vegano que proíbe as mamadeiras com leite de vaca.

Um cartaz na porta do restaurante deixa claro o seu posicionamento com relação aos alimentos: “Gostamos das mães, de todas as espécies. Por isso não gostamos das mamadeiras com leite de vaca. Por favor, não as dê no restaurante”. O jornal digital Tarragona Diari divulgou recentemente comentários publicados no site de recomendações TripAdvisor nos quais ficava patente que alguns clientes do local haviam se sentido incomodados quando os funcionários do restaurante insistiram para que não alimentassem bebês no local com mamadeiras e papinhas industrializadas. “Mãe humilhada”, intitula-se uma das resenhas do TripAdvisor, na qual uma mãe relata que, enquanto dava a mamadeira ao seu filho, um garçom se aproximou e lhe deixou um papel em cima da mesa recordando a proibição exibida na entrada.

A queixa foi respondida por uma pessoa que se identifica como garçom e dono do restaurante. Alega que a proibição foi transmitida por escrito para evitar a exposição pública da mulher perante os demais clientes, e argumenta que “cada estabelecimento tem suas normas”. “Não discriminamos famílias com crianças, embora muitas vezes o resto dos clientes se queixe e nos peça que proibamos a sua entrada.”

Uma fonte do El Vergel disse que a divulgação pública do incidente causou transtornos, mas que será mantido o veto a qualquer alimento que não proceda da sua cozinha. “Não aceitamos comida do exterior”, afirma a fonte. Nem mamadeiras. Os funcionários do restaurante – que, por outro lado, aceita a entrada de animais de companhia – dizem não fazer reparos a mães que amamentam crianças de maneira natural, mas que já se cansaram de ver pais e mães dando potes de papinha industrializada e mamadeiras com leite de vaca. Com relação ao título usado na resenha da cliente no TripAdvisor, a resposta do El Vergel é contundente: “As mães verdadeiramente humilhadas são aquelas estupradas durante toda a vida para terem bebês que são roubados e esquartejados, para que os humanos lhes tiremos o leite que seria para eles: estas mães são as vacas, ovelhas e cabras, vítimas da mamadeira do seu filho”.

MAIS INFORMAÇÕES