Artigo para usuários registrados
'Pañuelazo' a favor do aborto legal en Buenos Aires, em maio de 2019. AP

‘Pañuelazo’ pelo aborto na Argentina

É o feminismo do mundo real de 99% das mulheres que bate às portas da Casa Rosada, sede da presidência, a partir de hoje

A diretora Petra Costa.

Brasil, a história em vertigem

Descrever Petra Costa como “militante” não é um gesto ingênuo. Na novilíngua dos regimes autoritários, militante é palavra suspeita para descrever o inimigo

Petita Albarracín, mãe de Paola Guzmán, vítima de violação sexual em um colégio no Equador.
Ativistas vão às ruas do centro do Rio de Janeiro em marcha pela legalização do aborto na América Latina.

Aborto, um sentimento de alívio

Uma mulher quando aborta ou reclama o direito de ser livre da prisão para abortar, se assim for sua vontade, é alguém que celebra a alegria da vida

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.
Câmera de segurança capta imagem do vigilante presenciando o ataque com coquetéis molotov na sede do Porta dos Fundos, na madrugada do dia 24 de dezembro.
Greta Thunberg em discurso na COP 25 em Madri.
Dezenas de mulheres participam de manifestação para denunciar os abusos e violências sofridos pelas mulheres.
A ministra Damares Alves permanece calada durante entrevista coletiva.

O teatro do silêncio da ministra Damares Alves

Ela emudece porque é incapaz de nos oferecer segurança. Ela mesma é uma mulher subjugada ao jogo masculino do poder

Apoiadora de Evo Morales.

O indígena, o operário e o poder militar-religioso

As fragilidades democráticas de Bolívia e Brasil devem ser resolvidas pela via democrática

Uma faixa em protesto pelo aborto legal em frente ao STF.

40 dias de assédio

Grupo católico pró-vida que constrange mulheres em frente ao hospital de São Paulo importou dos EUA o modelo de assédio às vítimas de estupro: são como colonizadores de novos territórios para o missionarismo

Um incêndio no bosque de Pozuzo, em Peru.

Os jovens ativistas frente à crise ecológica do século 21

A resposta política dos jovens na Cúpula sobre o Clima será provocativa para o poder patriarcal das negociações oficiais. Se a origem da ameaça é a ordem econômica predatória global, as vítimas são os mais vulneráveis, em especial as mulheres e meninas

Mulheres indígenas marcham em Brasília contra as políticas de Jair Bolsonaro; ato aconteceu no dia 13 de agosto

O patriarcado da conquista e as mulheres indígenas

Presidente Bolsonaro resgatou a matéria do esconderijo das latrinas para lançá-lo como questão ambiental.

Imagem de setembro de 2017 de região desmatada na região da Amazônia brasileira.

A Amazônia irá salvar os direitos humanos?

Inesperadamente, pode ser a Amazônia a oferecer o salva-vidas a um país em naufrágio pelas políticas fascistas

Uma manifestação contra o assassinato de Marielle Franco no Rio de Janeiro.

A necropolítica como regime de governo

O próprio funcionamento dos Estados da América Latina promove em muitas ocasiões políticas da morte

Boneco inflável de Sérgio Moro em frente ao Congresso Nacional, nesta quarta.

É injusto acusar movimentos sociais de “judicializar a política”

O rigor do devido processo legal foi aplicado a cada estágio da luta por direitos nas cortes. O que fazem é exigir de um dos poderes respostas a direitos violados pela ineficiência das políticas públicas

Manifestantes protestam contra banimento do aborto nos EUA, em Salt Lake City, Utah.

Revisão sobre aborto nos EUA pode ampliar coalizão global por descriminalização

O bolsonarismo imaginou que a guerra moral seria mais simples do que tem se mostrado nas últimas semanas

Uma avó segura o neto com microcefalia no Rio de Janeiro.

O silêncio sobre o zika oprime as mulheres

Em 2018, 1.657 recém-nascidos foram notificados como em risco para os efeitos do zika no Brasil. As mães são mulheres pobres, que vivem na região mais vulnerável do país e cujas dores não são estampadas nos jornais

Museu de Nova Iorque rejeitou sediar homenagem ao presidente Jair Bolsonaro.

Museu de Nova York x Bolsonaro. Há deveres de proteção sem fronteiras

A recusa de sediar homenagem ao presidente mostra que há uma responsabilidade a ser compartilhada entre os países para proteger direitos das mulheres, das minorias ou os cuidados ao meio ambiente

Ana Maria, de El Salvador, tenta chegar aos EUA com o filho de um ano.

Quando o imperialismo mira as mulheres

Erra quem reduz a lei da mordaça à questão do aborto. E erra ainda mais quem pensa que a lei seja capaz de reduzir ou prevenir o número de abortos no mundo

Protesto pelo parto humanizado no Rio de Janeiro.

Violência obstétrica, uma forma de desumanização das mulheres

O fenômeno é muito mais comum do que a novidade da palavra parece sugerir: são muitas as mulheres que ignoram ter sofrido com isso

Mulheres nas ruas durante o movimento #EleNão.

Não há ‘backlash’ provocado pelo feminismo

Não há um jogo de causa-consequência na resposta dos conservadores aos avanços pontuais das mulheres

Jovens cruzam a fronteira da Venezuela em direção a Medellín, na Colômbia, em 28 de fevereiro.

A ética da solidariedade feminista

Se é preciso ouvir antes de falar, é também nosso dever falar com responsabilidade sobre as injustiças que assolam as mulheres e meninas

Grafiteira pinta mural em São Paulo.

Educação sexual para que as meninas possam sonhar

Fornecer as informações necessárias para evitar a gravidez é uma maneira poderosa para garantir alternativas diferentes da maternidade

A deputada norte-americana Alexandria Ocasio-Cortez.

Política e misoginia: por que é a hora de as mulheres levarem uma cadeira portátil à mesa

As mulheres na política latino-americana parecem ter escutado o conselho de Shirley Chisholm: “Se eles não lhe oferecerem um lugar à mesa, carregue uma cadeira portátil”

Protesto em Israel contra violência de gênero em dezembro de 2018

Armas matam mulheres

Se há casos em que elas sobrevivem à tentativa de feminicídio é, em larga medida, porque o instrumento de violência foi de mais baixa letalidade

Milhares de venezuelanos na fronteira com a Colômbia.

As meninas em uma crise humanitária

Reconhecer o direito à vida digna de uma menina nômade é reconhecer como sua sobrevivência depende da proteção de seus direitos sexuais e reprodutivos