ATAQUES NA CAPITAL FRANCESA

Um atirador com ficha corrida

O homem detido pelos tiroteios de Paris escreveu uma confusa carta antes de tentar se suicidar, em que denunciava uma conspiração fascista. Em 1994, ele foi condenado por ajudar Audry Maupin e Florence Rei, um casal de estudantes anarquistas que mataram um taxista e três policiais