Lista da Forbes 2016

Só há cinco latino-americanos entre as 100 maiores fortunas

Bilionário mexicano Carlos Slim cai do segundo para o quarto lugar no ranking na lista da Forbes 2016

lista de milionários

Brasil perde oito bilionários de acordo com lista da revista Forbes

Empresário Jorge Paulo Lemann é o brasileiro mais rico do mundo segundo a publicação

AMAZON

A escalada da Amazon coloca Jeff Bezos entre os mais ricos do mundo

A revalorização da empresa duplicou as riquezas de seu fundador. Dono da Zara se consolidou como segundo lugar no mundo

CARLOS SLIM

Slim propõe trabalhar 33 horas e três dias por semana contra o desemprego

Segundo ele prisões ibero-americanas são cheias de inocentes detidos por serem pobres

Educação

Um professor com 26 milhões de alunos

Salman Khan agitou o mundo da educação com aulas em vídeo e exercícios grátis na web Seu método cativou o Google, Bill Gates e Carlos Slim

Donald Trump

Slim e Televisa boicotam Donald Trump por insultos xenófobos

Magnata mexicano e rede de TV rompem relações com o empresário por insultar latinos Univisión e a NBC também optaram por romper seus vínculos com o multimilionário Trump

reforma energética do México

Carlos Slim tenta conquistar o mercado petrolífero do México

Magnata funde empresas que prestavam serviços à Pemex para fundar a Carso Oil & Gas

Telecomunicações

O dilema do magnata Carlos Slim

Entrada da AT&T no mercado das telecomunicações mexicano complica o plano de desinvestimento da América Móvil

Mídia

Carlos Slim, o primeiro acionista individual do ‘New York Times’

Magnata mexicano aumenta participação de 8% para 16,8%. Família Sulzberger continua no comando do jornal

FCC negocia a entrada de Slim depois de romper negociação com Soros

O magnata norte-americano ia converter-se em acionista de referência

A Telefônica quer reinar no Brasil

O grupo de César Alierta quer comprar a GVT para liderar o maior mercado da América Latina, ultrapassando o rival Carlos Slim

Carlos Slim recomenda jornadas de três vezes por semana e onze horas por dia

O bilionário acredita que com o sistema sobraria tempo “para a família ou para inovar”

Slim desmembra seu império no México por pressão de Peña Nieto

A companhia toma a decisão para deixar de ser um “agente econômico preponderante”

O México aprova a reforma que limita o poder de Slim e da Televisa

A tramitação parlamentar da reforma, longa e pesada, trouxe também certa diluição das ambições relativas às mudanças legislativas propostas originalmente

Tudo pronto para o México decolar

O maior desafio da agenda econômica de Peña Nieto é promover o crescimento do país através das mudanças legislativas necessárias para impulsionar a potência emergente

No México, Carlos Slim é o dono da bola

O magnata vence na liga mexicana de futebol antes mesmo de jogar: os dois times que se enfrentam (León e Pachuca) pertencem a ele

O órgão regulador mexicano obriga as empresas de Slim a baixar suas tarifas

Telcel e Telmex terão de reduzir o preço que cobram das rivais para utilizar suas redes

Slim vai à Justiça contra lei mexicana que limita o poder de suas empresas

Inbursa e Carso recorrem da decisão de regular a prevalência do conglomerado do magnata na área das telecomunicações

O México impõe um golpe histórico à Televisa

A agência reguladora de telecomunicações obriga a empresa a compartilhar sua infraestrutura com outras companhias e a proíbe de transmitir com exclusividade eventos como Copas e Olimpíadas

México licita pela primeira vez na história duas novas cadeias de televisão

O órgão regulador de telecomunicações publica o edital no Diário Oficial da Federação A América Móvil, de Carlos Slim, e o Grupo Televisa serão notificados se constituem 'agentes preponderantes'

Reaviva a guerra das telecomunicações no México

A indústria começa a se estressar à espera da legislação que regulará o setor no país

As fortunas de Gates e Sheldon Adelson são as que mais cresceram em 2013

O fundador da Microsoft bate Carlos Slim como o mais rico, segundo dados da Bloomberg Os grandes multimilionários elevaram sua riqueza em 380 bilhões no ano passado