Um grupo de pinguins na Antártida em 11 de fevereiro.

É verdade que a temperatura na Antártida chegou a 20 graus?

Cientistas questionam o recente recorde e observam que o mais importante é a tendência gradual de aquecimento que afeta o continente há 60 anos

Trinity Island, na Antártida.

Do centro do mundo ao fim do mundo

O que significa partir da maior floresta tropical do planeta rumo à Antártida? É o que Eliane Brum conta em um diário a bordo de um navio do Greenpeace que zarpou neste sábado

Paisagem antártica vista do navio Arctic Sunrise, do Greenpeace, durante expedição científica realizada em janeiro de 2020

9. Um humano novo na fronteira da guerra climática

Deixo o fim do mundo e já me movo para o centro convencida de que para criar futuro precisamos enfrentar o sistema que nos levou ao colapso e nos tornar melhores ainda nesta geração

Pinguins em Hannah Point, Antártida.

8. Precisamos falar sobre cocô

No oitavo capítulo do diário de bordo na Antártida, a jornalista mostra como grandes belezas e animais gigantescos dependem de pequenas criaturas, algumas delas com uma cara muito esquisita

Navio de cruzeiro diante de Hannah Point, uma das ilhas da Antártida.

7. Deu ruim na humanidade

No sétimo capítulo do diário de bordo na Antártida, a jornalista observa uma colônia de animais humanos endinheirados em estado de total negação da realidade

Pinguim nada perto da ilha Low Island, na Antártida.

6. Acampando em outro planeta

Acampamos numa ilha na Antártida onde não existe registro de que alguém tenha dormido antes. Como típica humana tive dois pensamento reativos. “Ai! Estamos incomodando os pinguins”. E, o segundo: “Por que teria alguma importância sermos os primeiros?”, conta a jornalista em seu sexto relato de expedição na Antártida

Iceberg na Antártida, avistado na expedição do Greenpeace.

5. O som da Antártida

Sabemos o quanto os motores dos navios, barcos e botes poluem os mares. Há ainda os sonares militares. A contaminação sonora confunde a comunicação das baleias, assim como o seu senso de direção, relata a jornalista em expedição no continente gelado

Baleia jubarte abre a boca na Antártida.

Quase dentro da boca da baleia

Cada um no Arctic Sunrise tem uma história grande. É quase um navio de batalha por boas causas do mundo. Mas ninguém ali poderia imaginar que um dia enxergaria a garganta de uma jubarte, conta a jornalista em seu quarto relato de expedição na Antártida

Pinguins-gentoo na Ilha Bombay, que pertence à Baía de Trinity, na Antártida. Local é um dos visitados na expedição do navio Arctic Sunrise, do Greenpeace.

Temos o direito de estar aqui?

Sabe quando você está entrando na casa dos outros sem pedir licença? Em seu terceiro relato enviado da Antártida, a jornalista escreve sobre o incômodo de pisar na morada, ainda pouco explorada, dos pinguins

O navio Arctic Sunrise, na Antártida.

2. É luz demais

No segundo relato enviado da Antártida, Eliane Brum narra o sentimento de “maravilhamento” que tomou conta dela ao entrar em um território livre de carimbos: “Sentia saudade de chorar pela beleza. Chegando na Antártida, eu chorei e chorei”

Baleia-jubarte em águas da Antárdita próximo à Ilha do Elefante, em 15 de janeiro. A bordo do navio, Arctic Sunrise, do Greenpeace.

1. Há aliens embaixo da sola dos meus sapatos?

O que significa partir da maior floresta tropical do planeta rumo à Antártida? É o que Eliane Brum conta em um diário a bordo de um navio do Greenpeace que zarpou neste sábado

Panorama do mar de Weddell, na Antártida, em uma fotografia de data desconhecida.

“Com a noite polar, o mar congelava dois metros”. Há 200 anos a Antártida era avistada pela primeira vez

Neste mês de janeiro completam-se dois séculos da primeira visualização do continente gelado. Um de seus grandes especialistas explica o significado daquele momento

Existe vida no fundo da Antártida

Expedição chega ao lago Mercer, o mais profundo que já foi explorado no continente. É um ambiente semelhante ao dos lagos de Marte e ao dos oceanos das luas de Júpiter e Saturno

20 maravilhas para o viajante que provavelmente você não conhece

Nos confins meridionais do planeta, o verão austral nos presenteia com dias intermináveis e temperados. Além de “agradáveis” temperaturas de até zero grau centígrado, você pode curtir a paisagem contemplando grandes colônias de pinguins, filhotes de foca e baleias. E embora a travessia pela passagem de Drake – entre a Terra do Fogo e a Península Antártica – seja sempre incerta (movimentada ou sossegada demais), é possível navegar entre icebergs e esculturas de gelo (na foto, as ilhas Yalour). A Antártida é uma das viagens que o Lonely Planet propõe no livro 'Onde e Quando', que reúne 360 destinos, de janeiro a dezembro, de acordo com o mês mais propício para visitá-los.

12 meses, 24 destinos perfeitos para conhecer

A fenda na barreira de gelo Larsen C cresceu significativamente ao longo das últimas semanas.

Não se preocupe com o enorme iceberg antártico, mas com os glaciares que há atrás dele

A fratura na plataforma de gelo Larsen C pode desencadear efeitos colaterais que levariam décadas a se manifestar

Imagem aérea da gigantesca fenda na plataforma de gelo Larsen C.

Iceberg com quatro vezes a área de São Paulo se desprende na Antártida

Não se espera, para agora, uma alteração do nível do mar, mas barreira de gelo fica enfraquecida

Vista aérea da rachadura na barreira de gelo Larsen C, na Antártida.

Um dos maiores icebergs da história está a ponto de se soltar

O bloco de gelo, com quatro vezes o tamanho da cidade de São Paulo, está por um fio na Antártida

Colônias de pinguins-de-adélia, com a da imagem, serão prejudicadas pelo derretimento de gelo.

Mudança climática provocará uma explosão de vida na Antártida

Estudo publicado na revista científica Nature afirma que degelo facilitará a expansão das espécies, algumas invasoras, à custa de outras endêmicas, como os pinguins-de-adélia

Barris de combustível abandonados em uma antiga base antártica

A cocaína chega à Antártida

Fármacos e drogas ilícitas contaminam as águas do continente gelado, segundo estudo

Há quase 30 anos, Jaroslav Pavlicek construiu a única base privada da Antártida. Agora pode ser demolida por falta de segurança

O primeiro sem-teto da Antártida à beira do despejo

Há quase 30 anos, Jaroslav Pavlicek construiu a única base privada do continente gelado Agora, o local pode ser demolido por falta de segurança

Cena do documentário chileno 'Tánana', sobre um descendente do povo yaguán, originário da Patagônia chilena.

Projetar a Antártica em um festival de cinema no extremo do mundo

Evento no sul do Chile exibe filmes ambientais com destaque à maior reserva planetária de água doce

Bando de pinguins imperador nas águas do mar de Ross.

Maior reserva marinha do mundo é demarcada na Antártida

Representantes de 24 países e da EU estabelecem a maior área de proteção da história no mar de Ross

O Ponto Nemo, o lugar mais afastado de uma costa do planeta, fica no meio do Pacífico Sul.

Quais são os lugares mais inacessíveis da Terra (um deles fica no Brasil)

Os polos de inacessibilidade do planeta são os pontos mais distantes de uma costa

Imagens de satélite de lagos azuis sobre a geleira Langhovde.

Formação de lagos azuis na Antártida preocupa cientistas

Um fenômeno semelhante se encontra por trás do degelo inédito da Groenlândia

O protocolo de Montreal está ajudando a ‘fechar’ o buraco de ozônio.

A camada de ozônio começa a se recuperar

Buraco na Antártida encolheu 4 milhões de quilômetros quadrados desde o seu auge, em 2000

As zonas úmidas de Terra Nova, no Canadá, registraram uma das maiores elevações regionais do nível do mar.

O nível do mar subiu mais rápido no século XX do que nos 3000 anos anteriores

As águas vão subir até um metro neste século se as emissões não forem reduzidas