_
_
_
_

A conflituosa relação da jovem argentina que assassinou o namorado

Pai de Nahir Galarza afirmou à polícia que a filha já havia sofrido maus-tratos por parte da vítima

Nahir Galarza em uma foto das redes sociais
Nahir Galarza em uma foto das redes sociaisNAHIR GALARZA (INSTAGRAM)
Mais informações
“Te amo para sempre, meu anjo”: a mensagem de uma jovem horas após assassinar o namorado
Bilionário canadense e esposa morreram estrangulados
Como reconhecer os maus-tratos psicológicos no casal

O assassinato cometido por Nahir Galarza,  estudante de 19 anos, causou perplexidade entre a população da Argentina. A jovem confessou na sexta-feira ter atirado no namorado, Fernando Pastorizzo, de 21, com a arma do pai, um policial. Horas após a morte do jovem, ela ainda publicou em seu Instagram uma macabra declaração de amor, supostamente para tentar despistar a polícia. A confissão da jovem aconteceu depois que o corpo da vítima foi encontrado ao lado de uma estrada em Gualeguaychú, a 230 quilômetros ao norte de Buenos Aires, e que seu pai foi acusado pelo crime.

Os depoimentos prestados por parentes e amigos do casal revelam uma relação conflituosa:

A mensagem publicada pela jovem nas redes antes de confessar o crime.
A mensagem publicada pela jovem nas redes antes de confessar o crime.Instagram

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
_
_