Temer fala com rádio argentina pensando estar falando com Mauricio Macri

Presidente interino pensava estar falando com o colega argentino e promete visita a Buenos Aires

Michel Temer, ao tomar posse como presidente interino, nesta quinta.
Michel Temer, ao tomar posse como presidente interino, nesta quinta. Eraldo Peres (AP)

A preocupação da Argentina pelo impeachment contra a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, fez com que seu sucessor, Michel Temer, passasse um momento incômodo. Poucos minutos antes de assumir o cargo de forma interina e que a presidente falasse a seus seguidores reunidos na frente do Palácio do Planalto, Temer manteve um diálogo cordial com uma rádio de Buenos Aires, convencido de que seu interlocutor era o presidente Mauricio Macri.

“Estamos muito entusiasmados” disse Temer disse ao repórter Jorge García, apresentador do programa “La Mañana del Mundo”, que é emitida pela Rádio El Mundo. O até então vice-presidente agradeceu pelo menos duas vezes ao “senhor presidente” sem saber que, na verdade, estava falando com Jorge García, apresentador do programa. O jornalista, que nunca esclareceu que era uma entrevista, perguntou pelo horário de seu discurso e quando anunciaria seu gabinete.

“Eu quero visitá-lo na Argentina”, disse Temer no início da conversa. “Acho que está um pouco errado”, García chegou a dizer. “Estou preocupado com a situação, mas tranquilo. Vamos enfrentar com muito entusiasmo”, disse Temer antes do final da ligação, que durou 2 minutos. EL PAÍS tentou sem sucesso falar com o apresentador do programa e sua produção.

MAIS INFORMAÇÕES

A transcrição integral da conversa por telefone:

Pergunta. Michel Temer, obrigado por falar conosco, como está o senhor?

Resposta. Alô, como está, presidente? Muito bem!

P. Quero felicitá-lo. Como está o senhor?

R. Obrigado, Presidente. Quero visitá-lo logo na Argentina.

P. Bem, como foi esse dia?

R. Sim, eu quero visitá-lo. Se me convidar, vai ser um prazer.

P. Ah, acho que está um pouco errado... Bem, Michel Temer, queria fazer uma consulta: A que horas você vai falar?

R. Eu vou falar às 4 da tarde.

P. Primeiro, vai falar a Dilma...

R. Sim, a Dilma fala agora às 11 horas. Depois eu vou falar às 4 da tarde.

P. Vai falar com o país e apresentar seu gabinete?

R. Sim, estou com todo o gabinete já escolhido, e vou anunciá-lo nessa hora, mais ou menos.

P. Você está tranquilo, está confiante?

R. Sim, muito tranquilo. Preocupado com a situação, mas devemos enfrentá-la com muito entusiasmo.

P. Mandamos um abraço e muito obrigado.

R. Muito obrigado.

Arquivado Em: