VERNE

#Carbonaragate: 37 segundos de receita que irritaram os italianos

A fórmula da carbonara de um site francês provoca indignação e piadas na Itália

Demotivateur Food é um site francês de receitas, no estilo do famoso canal Tasty, que publicou um vídeo da preparação de macarrão à carbonara com ingredientes pouco canônicos segundo a receita tradicional (macarrão gravatinha, bacon, creme de leite, salsinha...).

Seguiteci su Sai cosa mangi? 5 minuti di silenzio per la morte della carbonara in Francia. Vi prego, perdonateli perché non sanno cosa stanno facendo! E voi, come la preparate?

Gepostet von Cibamus am Dienstag, 5. April 2016

Mais informações

O post recebeu tantas críticas dos usuários que foi deletado, mas a Sai cosa mangi, uma página italiana similar, voltou a publicá-lo com o texto: “Cinco minutos de silêncio pela morte da carbonara na França. Perdoai-os, pois não sabem o que fazem.” Superou 16.000 compartilhamentos em menos de uma semana.

Entre os comentários sobre o vídeo, que vão das piadas à indignação, há um que supera os 1.000 likes: Barilla, a marca de massa que aparece no vídeo, escreveu na publicação misturando italiano e francês

“Meus Deus! Estamos abertos a todas as interpretações criativas da legendaria carbonara, mas isso vai além... Desculpe!” (“Mon dieu! Siamo aperti a tutte le interpretazioni creative della mitica Carbonara, ma questa va decisamente oltre... désolé!”).

Jornais italianos como Repubblica ou Huffington Post Itália ecoaram a notícia, além de portais franceses como Slate, que colocou o título “Como pedaços de bacon conseguiram romper a amizade franco-italiana”.

No Twitter, as pessoas fazem piada sobre o tema usando o hashtag #carbonaragate

Ano passado, ocorreu um conflito diplomático-culinário semelhante entre o México e os Estados Unidos. O jornal The New York Times publicou uma receita de guacamole com ervilhas que não causou muita graça nos leitores mexicanos. Pelo menos serviu para que dois políticos norte-americanos de ideologias opostas entrassem em acordo: tanto Obama como Jeb Bush – cuja mulher é mexicana – disseram que aquilo não tinha muito sentido.

Ok, mas como é a carbonara de verdade?

Além de comentar no vídeo da Sai cosa mangi, a Barilla pegou carona no #carbonaragate e explica o seguinte em sua conta australiana:

Por favor, esqueçam o creme de leite. Aqui estão a receita da carbonara original e o vídeo de como prepará-la:

De fato, o creme de leite – ou nata líquida – é o que mais destoa da receita tradicional. Em El Comidista, o jornalista especializado em culinária do EL PAÍS Mikel López Iturriaga explica (com o título bem esclarecedor: “Vai creme de leite? Não são carbonara”) que a carbonara só admite cinco ingredientes: macarrão, guanciale (carne em conserva similar ao bacon), gema de ovo, queijo pecorino e pimenta negra. “A ausência de guanciale no mercado espanhol justifica sua substituição por bacon”, explica Iturriaga. “Mas creme de leite já é demais, a não ser que você tenha um restaurante e não se preocupe muito em respeitar a tradição italiana.” A seguir, confira um vídeo da elaboração da receita com seus ingredientes tradicionais: