O escritor absoluto

O México homenageia Octavio Paz, seu intelectual mais completo. Da poesia à política e da arte à antropologia, nada foi alheio ao autor de “O Labirinto da Solidão” Para uns foi um grande emblema do poder, para outros, uma voz crítica contra a autoridade

Um animal que imagina

O Nobel mexicano, Octavio Paz, ditou em 1975 seis dissertações, nunca publicadas, nas quais analisou sua ideia sobre a literatura Este é um trecho da que o Nobel mexicano dedicou à relação entre poesia e progresso

Por que a África do Sul negra perdoa Pistorius

Sua capacidade de perdão é lendária. Depois do apartheid, escolheram a reconciliação em vez da represália A história se repete com o atleta homicida que representa o pior e o melhor do país: a altíssima criminalidade e a valentia de seu povo Na metade do julgamento do herói caído, a maioria étnica se inclina pela compaixão