O centro hospitalar depois do ataque.

Estados Unidos indenizarão as vítimas de ataque a hospital no Afeganistão

Pentágono admite que o bombardeio foi um erro na cadeia de comando

Joanne Liu, presidenta internacional de Médicos Sem Fronteiras

Obama pede desculpas à presidenta dos Médicos Sem Fronteiras

ONG pede investigação internacional do ataque de Kunduz, que deixou 22 mortos civis

O comandante norte-americano no Afeganistão, general John Campbell.

Ataque ao hospital do MSF no Afeganistão foi ‘erro’ dos EUA

Ordem de bombardeio foi decidida dentro do comando de Washington, não de Cabul

Parte do hospital da MSF que não foi atacada.

EUA afirmam que Afeganistão solicitou ataque a hospital de MSF

O Pentágono nega agora que suas forças recebessem fogo inimigo em Kunduz

Incêndio no centro de Kunduz depois do bombardeio.

MSF diz que informou EUA após o primeiro ataque e não obteve resposta

A ONG Médicos Sem Fronteiras nega que houvesse talibãs no hospital bombardeado

Profissionais do MSF tratam as vítimas afegãs de um ataque do Talibã no hospital de Kunduz afetado pelo bombardeio este sábado

Obama ordena investigação sobre o ataque a um hospital no Afeganistão

Alto Comissariado de Direitos Humanos diz que incidente pode ter sido um “ato criminoso”

Imagem distribuída pelo MSF do hospital em chamas.

EUA bombardeiam um hospital afegão dos Médicos sem Fronteiras

ONG garante que deu as coordenadas da clínica aos exércitos norte-americano e afegão

Abraço entre o doutor Craig Spencer e o prefeito Bill de Blasio.

“Não sou mais contagioso. Peço que nos concentremos na África”

O médico Craig Spencer, último caso de ebola nos EUA, deixou o hospital de Nova York

Mulher lava as mãos com água clorada, medida de prevenção contra o ebola, em Serra Leoa.

Cuba se empenha na luta contra o ebola nos países da África

A chegada de equipes de saúde estrangeiras aos países afetados começa a dar frutos

Pessoal da MSF e familiares enterram um falecido por ebola na Libéria.

Médicos Sem Fronteiras denuncia a passividade internacional com o ebola

A ONG, responsável por 60% das camas na África, declara-se “sem capacidade”. A ajuda foi solicitada a Rajoy em 9 de setembro, que ainda não deu resposta

Médicos da Libéria desinfeta o calçado de pessoas que saem de um centro de isolamento.

A metade dos contatos dos casos de ebola escapa aos controles

Peter Piot, codescobridor do vírus há 38 anos, afirma que esta epidemia é “uma tormenta perfeita”

Policiais tentam manter o controle dos manifestantes em Monróvia.

“Não dão roupa nem comida; abandonam os infectados e esperam que morram”

O Governo não cobre as necessidades básicas. Os colchões dos mortos são reutilizados enquanto o sistema de saúde na Libéria está sobrecarregado

Um menino amputado em seu leito no hospital de Jacmel, no Haiti. Ele é uma das muitas vítimas do terremoto que devastou o Haiti em 12 de janeiro de 2010.

A ajuda humanitária pede socorro

Em um só ano os ataques a pessoal de emergências em todo o mundo dobraram, devido ao número maior de conflitos complexos com múltiplos participantes

Uma voluntária participa de um programa médico na Nigéria.

A OMS diz que o mundo “subestima a magnitude” do surto atual de ebola

A organização da ONU anuncia "um aumento substancial da resposta internacional" "A situação está piorando além da nossa capacidade", diz a diretora do Médicos Sem Fronteiras

Infectados no centro de isolamento do Médicos sem Fronteiras.

“Digam à Europa que precisam nos ajudar, que o ebola é real”

43 pacientes lutam para sobreviver em um centro de isolamento em Serra Leoa

Um palestino leva seu filho nos ombros em Gaza.

Em primeira mão direto de Gaza

Colaboradores de várias ONG internacionais contam em primeira pessoa o que acontece em Gaza

Análise das imagens de um microscópio.

O chefe da luta contra o ebola em Serra Leoa contrai a doença

Mais de mil pessoas foram infectadas pelo vírus na África. A epidemia é a mais letal já registrada

Um hospital de Conacri onde houve quatro casos de ebola.

O Ebola chega à cidade

A OMS confirma quatro casos em Conacri, a capital de Guiné O vírus já matou77 pessoas no país