A Guerra às drogas à luz da pandemia

Essa guerra, muito mais dirigida à população pobre do que às próprias drogas, faz vítimas em escala muito maior do que o uso abusivo de substâncias ilícitas

Flavio Lobo|Sidarta Ribeiro
Moradora entra em viela durante incursão policial na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro.
Moradora entra em viela durante incursão policial na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro.Leo Correa/ AP

De uma perspectiva que prioriza a saúde e a vida, há amplo consenso: o enfrentamento da pandemia da covid-19 requer a prevenção de grandes ondas de contaminação. O distanciamento físico é fundamental para atingir esse objetivo porque contém a explosão viral e a consequente explosão da demanda por assistência médica e hospitalar – em escala muito acima da capacidade dos sistemas de saúde existentes....

Mais informações