EL PAÍS TV

Lula ao EL PAÍS: “Quero que a Justiça diga que eu sou inocente e que Bolsonaro é um lacaio”

Em entrevista, petista afirma que presidente Bolsonaro deu cidadania à extrema direita no Brasil e defende candidatura de Jilmar Tatto à prefeitura de São Paulo. Assista à íntegra da conversa, transmitida ao vivo

OUTRAS ENTREVISTAS DO EL PAÍS TV

O EL PAÍS entrevistou nesta quarta-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ―a íntegra da entrevista, em vídeo, está disponível na página. Na conversa, transmitida ao vivo nos canais do jornal no Facebook e no YouTube, o petista falou sobre as eleições municipais no Brasil, as presidenciais dos Estados Unidos, as forças políticas em ação na América Latina e a situação das democracias na Venezuela e Bolívia. “Quem define a democracia da Venezuela é o povo da Venezuela.” Também comentou o processo que o levou à prisão. “Eu poderia ter ido para uma embaixada, não fui. Mentira tem perna curta e é por isso que o Sergio Moro está acovardado agora”, disse Lula. “Eu quero que a Justiça, que eu acredito que é pra todos, diga que eu sou inocente e que o Bolsonaro é um lacaio”, completou o ex-presidente.

Apoie nosso jornalismo. Assine o EL PAÍS clicando aqui

Um dos políticos mais populares do país, Lula governou o Brasil entre 2003 a 2010 e manteve seu partido na Presidência até 2016, com o impeachment de Dilma Rousseff. Condenado por corrupção no âmbito da Operação Lava Jato, o petista foi impedido pela Justiça de disputar a presidência contra Jair Bolsonaro em 2018 e segue inelegível. Ficou 580 dias preso em Curitiba, até que o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu que réus só devem ir para a cadeia se esgotados todos os recursos da defesa. Lula nega todas as acusações e afirma que é vítima de perseguição política da Lava Jato.

Desde que deixou a prisão, Lula tem se dedicado a articulações políticas no PT e na esquerda que tenta se posicionar contra o Governo Bolsonaro. No feriado de 7 de Setembro, o petista lançou um vídeo no qual fortaleceu a polarização com Bolsonaro e fez críticas à política econômica, externa e à gestão da pandemia. O vídeo foi lido como uma senha de que estaria de volta ao ringue político, rumo a 2022, apesar do impedimento da Justiça.

A conversa com Lula faz parte da série multiplataforma do jornal para discutir o Brasil em plena crise da pandemia do coronavírus. Lula é o quinto ex-presidente a ser entrevistado na série multiplataforma do EL PAÍS. Fernando Collor (PROS), Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB) também passaram pelo programa.

Mais informações