Seleccione Edição
Login

Chega de cerveja e fritura: é hora de perder os ‘pneuzinhos’ do Carnaval

O verão é assim. Mas está acabando. Nós indicamos um plano para diminuir os excessos

dieta
Em um mês de relax alimentício total, em que deixamos de lado os hábitos saudáveis, é possível engordar até cinco quilos. Istock

Vamos pensar em uma situação hipotética muito frequente. Durante as férias soltamos freio de mão e levamos a seguinte rotina: nada de exercício, quase um sorvete por dia, chopes para o aperitivo, quatro refeições fast food por semana e meia dúzia de saídas noturnas regadas com alguma bebida alcoólica. E, consequentemente, a balança aponta alguns quilos extras que não estavam ali há um mês. Soa familiar? O nutricionista espanhol Giuseppe Russolillo Femenías confirma: “Mesmo que costume variar de acordo com a fisiologia de cada pessoa, o habitual é ganhar de três a cinco quilos em um mês de férias”, diz. Chega ser quase irônico: tanto esforço para chegarmos esbeltos ao Carnaval para, em poucos dias, exibir uma rechonchuda silhueta pós-folia.

É praticamente inevitável nessa época do ano. O sol, o calor, a ânsia de se estar de férias e a vontade de se divertir fazem com que durante o verão deixemos de lado nossa rotina e relaxemos os nossos bons hábitos, que tanto esforço nos custaram manter durante o ano. Aumenta o tempo em que passamos fora de casa e, principalmente, aumenta o tempo em que passamos em bares, elevando o consumo de bebidas alcoólicas e o de alimentos com alto valor calórico (refrescos, alguns aperitivos, frituras, sorvetes...). Resultado: o Carnaval chega ao fim, começa março e nossa barriga está lá, consideravelmente.

Se você passou pelo período férias conservando algum de seus bons hábitos, é possível que não tenha engordado tanto. “Dessa forma é possível ganhar dois quilos”, explica Juana María González, também nutricionista da Clínica Alimmenta. Maria Teresa Barahona, doutora em nutrição e medicina estética, defende essa mudança na rotina. “Relaxar nutricionalmente durante o verão nos ajuda a recarregar as baterias e você pode seguir uma alimentação saudável nos outros 11 meses do ano”.

Não são poucos os que, ao voltarem das férias, assim que entram em casa, se pesam para comprovar quantos quilos ganharam e correm em busca de uma dieta milagrosa para diminuir os excessos. Esqueça, não existe milagre. O segredo menos bem guardado da história é a velha e boa reeducação alimentar.

“Se entendemos uma dieta como um período de tempo em que nos alimentamos de forma diferente, perdemos peso e, depois, voltamos a nos alimentar da mesma foram que antes, só conseguiremos perder tempo e prejudicar nosso corpo, já que o metabolismo e a própria capacidade de consumir calorias se ressentirão”, afirma a nutricionista Juana.  De acordo com Maria Teresa, os objetivos de toda dieta deveriam ser dois: “Perder peso e fazer pequenas ou grandes mudanças para adquirir hábitos saudáveis que nos farão manter a forma e que contribuam para diminuir nosso envelhecimento e a prevenir uma grande quantidade de doenças”. Então vamos esquecer as dietas milagrosas.

“Primeiro vale tentar perder peso de forma natural. Isso consiste em fazer exercícios, comer mais frutas, verduras e produtos integrais, comer menos carnes, queijos e embutidos, e beber mais água. Se depois de duas ou três semanas não conseguimos perder peso extra adquirido nos dias de folga, aí sim, recomendo entrar em contato com um nutricionista”, aconselha o nutricionista Giuseppe Russolillo.

"Relaxar na nutrição durante as férias contribui para recarregar as baterias e você pode fazer uma alimentação saudável nos 11 meses restantes do ano"

Mas que alimentos devemos incluir em nossa dieta e quais devemos evitar? De acordo com os nutricionistas, uma alimentação saudável deve conter todos os grupos de alimentos na proporção adequada. Nem mais nem menos. E, claro, evitar os alimentos que contenham uma quantidade elevada de açúcar. Da mesma forma, devemos evitar alimentos industrializados, desde os embutidos até os pratos congelados, pois contêm grandes quantidades de sal, gorduras pouco saudáveis e açúcar.

Para a doutora em nutrição Maria Teresa, cometer pequenas transgressões não prejudica tanto a dieta quanto se pensa. Pelo contrário: “Embora não sejam bons para a saúde física, eles o são para a saúde psicológica, e as duas estão intimamente ligadas”, avalia. Podemos entender, então, que comer um dia um bolo de chocolate, uma taça de bebida alcoólica ou umas linguiças em um churrasco ajuda a ter uma boa gestão emocional e uma relação saudável com a comida. Em outras palavras, vale novamente a máxima de manter um equilíbrio.

Uma vez assumido o retorno dessas férias maravilhosas, é importante retomar aos poucos a nossa rotina, e não só nos aspectos ligados à nutrição. Nesse sentido, Maria José Moreno, psicóloga clínica da Alimmenta, nos dá alguns conselhos: “Evite voltar no último dia de férias para trabalhar no dia seguinte, pois você já começará com um alto nível de estresse”. É o momento de pensar em novos objetivos: começar a academia, matricular-se em aulas particulares... Para melhorar a sua entrada no novo ano de trabalho, “defina objetivos realistas, faça um pequeno planejamento e o compartilhe com a família ou com os amigos, para reforçar o seu compromisso”. Por último, algo muito importante: “Dedique um tempo, toda semana, para as coisas de que você gosta”. “Estamos sempre muito ocupados com o trabalho, a família, os amigos, os deveres domésticos... mas também precisamos ter um espaço de algumas horas por semana para nós mesmos”, acrescenta.

UMA SEMANA DE ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PARA RECUPERAR A FORMA

B.F.

A equipe da Clínica Alimmenta preparou um menu-base para uma semana. Os efeitos dependem muito de cada pessoa. Como regra geral pode-se perder um quilo por semana. Tão logo se percam os quilos ganhos no verão, convém deixar a dieta de lado e continuar com hábitos saudáveis. Antes de fazer uma dieta é recomendável consultar um especialista.

- SEGUNDA-FEIRA

Café da manhã. Iogurte desnatado com aveia + pera.

Meio da manhã. Duas fatias de melancia.

Almoço. Refogado de legumes + frango grelhado (200g) + arroz (100g cozido) + uma laranja.

Lanche da tarde. Salada de frutas: melão, uvas e pêssego.

Jantar. Gazpacho natural (sopa à base de hortaliças) + ovos mexidos com cogumelos (um ovo + uma clara) mais duas fatias de pão torrado. Fruta.

- TERÇA-FEIRA

Café da manhã. Leite desnatado + torradas de pão integral + abacate + tomate.

Meio da manhã. Uma fatia de melão.

Almoço. Arroz integral (100g cozidos) com legumes + merluza ao forno (200g) com champignons + iogurte.

Lanche da tarde. Dois kiwis.

Jantar. Salada mista (atum em lata, tomates, alface, nozes, cenoura, beterraba, maçã sem pele e pepino) + duas fatias de pão torrado + iogurte desnatado.

- QUARTA-FEIRA

Café da manhã. Salada de pêssego e manga + duas torradas + queijo fresco (60g) + presunto cozido (2 ou 3 fatias).

Meio da manhã. Dois kiwis.

Almoço. Purê de cenoura (cenoura, cebola, alho-porró e batata) + bacalhau (200g) com cebola assado coberto com papel alumínio + iogurte.

Lanche da tarde. Sanduíche pequeno de presunto cozido.

Jantar. Legumes refogados na panela wok (berinjela, pimentão, champignons e cebola) + robalo ao forno (200g) com batata cozida (dois pedaços de tamanho médio) + iogurte desnatado.

- QUINTA-FEIRA

Café da manhã. Chá + dois kiwis com iogurte e aveia.

Meio da manhã. Uma maçã.

Almoço. Salada de lentilhas (140g), tomate, cebola, abacate, milho cozido, pepinos, pimentão vermelho e verde + fruta.

Lanche da tarde. Duas torradas de pão integral + maçã + queijo fresco (60g).

Jantar. Purê de abóbora, feijão verde, cenoura e batata + 4 fatias de peru + iogurte com nozes.

- SEXTA-FEIRA

Café da manhã. Café com leite + duas fatias de pão integral com alface, tomate e homus.

Meio da manhã. Uma laranja.

Almoço. Legumes grelhados (berinjela, tomate, cebola e pimentão vermelho) + salmão (150g) com guarnição de batata cozida (duas de tamanho médio) + queijo fresco (60g).

Lanche da tarde. Duas fatias de melancia.

Jantar. Abobrinha grelhada + tortilha de abobrinha (um ovo + uma clara) + 1 torrada de pão integral + iogurte desnatado.

- SÁBADO

Café da manhã. Café com leite + duas torradas com marmelada e queijo + duas ameixas.

Meio da manhã. Um punhado de nozes.

Almoço. Berinjelas recheadas de carne de frango e legumes + duas torradas de pão integral + iogurte desnatado.

Lanche da tarde. Vitamina: suco de laranja, kiwi, melão e maçã.

Jantar. Purê de abóbora (abóbora, cebola, batata, alho-porró) + uma fajita de legumes com salmão defumado + fruta.

- DOMINGO

Café da manhã. Vitamina: iogurte, banana, manga, kiwi, aveia e um pouco de água.

Meio da manhã. Um sanduíche pequeno de presunto cozido.

Almoço. Purê de grão de bico (140g) com legumes + emperador (peixe-espada) grelhado (150g) + fruta.

Lanche da tarde. Duas torradas de pão integral + um punhado de nozes.

Jantar. Ministra de legumes (feijões, cenoura, ervilhas e arroz) + iogurte desnatado.

MAIS INFORMAÇÕES