Os 90 minutos fatais para uma mulher

O Brasil, pese a contar com algumas das leis mais severas do mundo, ainda ocupa o sétimo lugar mundial em assassinatos de mulheres cometidos por seus companheiros ou ex-companheiros. Depois de oito anos de vigor da lei contra a violência machista, a conhecida Lei Maria da Penha, uma mulher é assassinada a cada 90 minutos no Brasil, em um episódio de violência doméstica ou de gênero. Frustrados pela alarmante realidade, um grupo de jovens estudantes do Paraná se lançou, com o celular em mãos e conectados a redes sociais, a tentar chamar a atenção sobre o problema. Os garotos não só tiveram grande repercussão, como além disso ganharam um concurso de curtas-metragens do Congresso contra a violência de gênero. Este vídeo é o testemunho de seu esforço.

Debido a las excepcionales circunstancias, EL PAÍS está ofreciendo gratuitamente todos sus contenidos digitales. La información relativa al coronavirus seguirá en abierto mientras persista la gravedad de la crisis.

Decenas de periodistas trabajan sin descanso para llevarte la cobertura más rigurosa y cumplir con su misión de servicio público. Si quieres apoyar nuestro periodismo puedes hacerlo aquí por 1 euro el primer mes (a partir de junio 10 euros). Suscríbete a los hechos.

Suscríbete