Veganismo

10 veganos famosos explicam por que pararam de comer carne

De Natalie Portman a Gisele Bündchen, reunimos argumentos pessoais de rostos conhecidos no cenário nacional e internacional para adotarem uma dieta sem produtos de origem animal

A atriz Natalie Portman.
A atriz Natalie Portman.
Jeff Kravitz / FilmMagic

Natalie Portman

A vencedora do Oscar é uma das maiores expoentes desse movimento nas colinas de Los Angeles e decidiu dedicar seu tempo e dinheiro à defesa da causa dos animais. Além de produzir o documentário Eating Animals, em que denuncia as práticas da pecuária intensiva, Portman pediu: “Vamos nos preocupar com o que fazemos, prestando atenção na comida que cultivamos e estando conscientes do que colocamos no nosso corpo”.

R4924_italyphotopress, via www.imago-images.de / Cordon

Pamela Anderson

De salva vidas em SOS Malibu a estrela vegana por excelência, Anderson é uma das figuras mais envolvidas no assunto em Hollywood. Ela lançou várias linhas de artigos de moda cruelty free, abriu um restaurante temático em Paris e até atuou como conferencista na Universidade Oxford. Talvez sem novos argumentos para tentar recrutar mais almas para a causa, neste mesmo ano publicou uma campanha para a PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais, organização de defesa dos animais) em que garante que os veganos são os melhores amantes. “O colesterol da carne, ovos e laticínios causa o endurecimento das artérias. Diminui o fluxo de sangue para todos os órgãos do corpo, não apenas o coração. Você pode melhorar sua saúde geral e aumentar a resistência no quarto se se tornar vegano. Dure mais, vire vegano”, confirma.

LUCAS JACKSON / Reuters

Joaquin Phoenix

”Eu estava aqui e havia uma parte de mim que só queria dizer, ‘Muito obrigado, ótimo, boa noite’. Mas eu senti que tinha que... Se estou aqui, não posso simplesmente agradecer à minha mãe.” Esse foi, admitido por ele mesmo, o dilema moral que acompanhou Phoenix quando subiu para receber o Oscar de melhor ator do ano por Coringa, em fevereiro de 2020. Por fim, Phoenix dedicou seu discurso à causa vegana e censurou nossa desconexão com a natureza. “Vivemos em um mundo egocêntrico, acreditamos que somos o centro de tudo e exploramos nosso ambiente para o nosso bem. Quando uma vaca dá à luz a um bezerro, nós o tiramos dela e privamos o bezerro de um leite que usamos para adicioná-lo ao nosso café. Acreditamos que a ideia de mudança política é que temos a necessidade de sacrificar algo, mas quando aproveitamos o amor como princípio podemos adotar sistemas de mudança benéficos para o ser humano.” Liderando pelo exemplo, um dia depois de ganhar a estatueta, o ator foi com a mãe e sua companheira, a também atriz Rooney Mara, a um abrigo de animais para resgatar uma vaca e seu filhote.

cordon press

Jessica Chastain

Conciliar a vida social e familiar com o veganismo não é fácil. A atriz de A hora mais escura pode dar um depoimento sobre isso. Chastain confessou no programa de Jimmy Kimmel que sua sogra, de origem italiana e anfitriã de refeições de quatro horas de duração, a “odiava” por isso. A atriz começou a dieta por acaso, ao usar um programa de entrega de comida em domicílio por duas semanas que um amigo próximo decidiu descartar. “Nunca tive tanta energia como neste momento. Ser vegana não é algo que sempre quis ser, mas decidi ouvir o que meu corpo estava me dizendo”, disse ela à W.

Jordan Strauss

Billie Eilish

“Não posso saber o que está acontecendo com o mundo animal e não fazer nada a respeito”, disse a cantora de 19 anos à edição britânica da revista Vogue sobre o veganismo que pratica há sete. No caso dela, foi a educação sobre as práticas das indústrias de carnes e laticínios que abriu seus olhos. “Depois de saber disso, é complicado voltar atrás.”

REUTERS

Bill Clinton

Os problemas cardíacos (já fez várias cirurgias) levaram o ex-presidente dos Estados Unidos a abrir mão de carnes, ovos e laticínios. “Era uma pessoa com alto risco e não queria fazer mais coisas estúpidas. Queria poder viver para ser avô. Então, decidi apostar em uma dieta que maximizasse minhas chances de sobrevivência a longo prazo”, disse ele em uma entrevista.

Joel Ryan / Invision/AP

Woody Harrelson

O ator de True Detective recrutou para a causa colegas de elenco como Liam Hemsworth, Thandie Newton e Sadie Sink, para citar alguns que tornaram pública a influência de Harrelson. Vegano há 25 anos, ele explica que come principalmente alimentos crus porque sua energia cai se os consumir cozidos. “Quando comecei a mudar minha alimentação não era tanto uma busca moral ou ética, mas uma busca de energia.”

D. M / REUTERS

Benedict Cumberbatch

Quando questionado sobre os rigores da dieta e do treinamento que teve que suportar para dar vida ao super-herói da Marvel, Doutor Estranho, o londrino se gabou de que não precisara de nada além de sua dieta. Tanto é verdade que o famoso grupo de defesa dos animais PETA o nomeou “o vegano mais bonito do mundo” em 2018.

GETTY

Gisele Bündchen

“Não só é bom para a nossa saúde e nos faz sentir bem, mas também é bom para o planeta.” Com esse entusiasmo, a top model reforça seu compromisso com uma dieta baseada em vegetais, que também é seguida por seu marido, o jogador de futebol americano Tom Brady. Seu chef particular, Allen Campbell, confessou que “80% do que comem são vegetais frescos e orgânicos” e cereais integrais como “quinoa, painço e arroz integral”. Considerando seu sucesso profissional —a brasileira ainda é uma das modelos mais bem pagas do mundo e Brady ganhou seu sétimo Super Bowl este ano, aos 43 anos—, talvez devêssemos seguir seus passos.

LARS BARON / AFP

Lewis Hamilton

O piloto britânico, sete vezes campeão mundial de Fórmula 1, confirma que se tornar vegano foi uma das melhores decisões de sua vida, recomendando com entusiasmo a seus milhões de seguidores nas redes sociais que optem por uma dieta à base de plantas. “No final das contas, você quer se sentir bem e ter energia, não esses enormes altos e baixos. O veganismo elimina isso. Uma dessas coisas era meu padrão de sono e também eu não me sentia bem do estômago. O intestino é o nosso segundo cérebro. São muitas coisas e procuro sempre melhorar o nível”, diz.

Apoie a produção de notícias como esta. Assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$

Clique aqui

Apoie nosso jornalismo. Assine o EL PAÍS clicando aqui

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50