VACINASTribuna
i

O risco de um remake da Revolta da Vacina

O Brasil de 2020 não precisa reviver o drama sanitário de 1904. A História nos ensinou que vacinas são eficazes, capazes de erradicar doenças

Médico vacina mulher contra a gripe suína em 1976.
Médico vacina mulher contra a gripe suína em 1976.Phill Corbis
CLARA BECKER|GABRIELA DE ALMEIDA PEREIRA

A desinformação como um risco para a saúde pública não foi uma novidade trazida pelas redes sociais ou pelo boom das fake news nos últimos anos. Entre maio e julho de 1904, a procura pela vacina contra a varíola estava em plena ascensão no Rio de Janeiro — naquele período, foram 8.200 pessoas vacinadas em maio e 23.021 em julho. Eis que surgiu o debate sobre a obrigatoriedade da vacina e a consequente politização ...

Mais informações