Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Princípio de incêndio atinge uma sala do STF; não há vítimas

Curto circuito em ar condicionado deu origem às chamas. Nenhum processo de grande monta foi atingido

Incêndio no STF
O plenário do STF, em Brasília, na semana passada. AFP

Um princípio de incêndio atingiu por volta das 8h desta segunda-feira uma sala do Supremo Tribunal Federal, em Brasília. Não houve feridos. De acordo com as informações da assessoria de imprensa do órgão, um curto circuito em um ar condicionado causou as chamas. Em poucos minutos o fogo foi controlado. O setor atingido foi a seção de processos diversos, uma área no segundo andar do anexo 2 do prédio onde o expediente dos funcionários inicia às 12h.

Os bombeiros foram chamados, mas a brigada do próprio STF já havia agido e controlado o princípio de incêndio. Todas as pessoas que estavam no andar atingido foram retiradas do local, que foi isolado para o levantamento dos danos assim como para a limpeza. A água disparada pelo sistema de controle de fogo do prédio se espalhou por outras salas, como a biblioteca.

Agora, os militares preparam um laudo sobre o incidente. A previsão é que em até 40 dias esse levantamento esteja concluído.

Segundo a assessoria do Supremo, em um primeiro momento não se notou danos em nenhum processo de grande monta, como os da operação Lava Jato. Atualmente, a maior parte dos casos que tramitam na Corte são eletrônicos.

MAIS INFORMAÇÕES