Chapecoense concorre em duas categorias do Prêmio Laureus 2018

Considerado o “Oscar do esporte”, evento premia os maiores destaques do ano anterior

Follmann, Alan Ruschel e Neto comemoram a vaga na Libertadores.
Follmann, Alan Ruschel e Neto comemoram a vaga na Libertadores.Sirli Freitas
Mais informações

Foram anunciados nesta terça-feira, 16 de janeiro, os indicados ao Prêmio Laureus World Sports 2018, evento que reconhece os maiores destaques do ano esportivo anterior. Entre eles, está a Chapecoense – único nome brasileiro na lista, o clube de Santa Catarina concorre nas indicações de “Retorno do ano” e de “Melhor momento esportivo do ano”. A cerimônia de premiação ocorrerá em Mônaco no próximo dia 27 de fevereiro.

Depois do trágico acidente de avião que vitimou atletas, comissão técnica e dirigentes da Chape em novembro do ano passado, a equipe alviverde teve uma temporada seguinte inesperadamente boa: foi campeã catarinense, teve participação digna na Libertadores e voltou à competição continental por meio do Campeonato Brasileiro, além de comover o mundo com as histórias de Alan Ruschel, Neto e Jakson Follmann, jogadores sobreviventes do voo LaMia 2933. Como retorno do ano, os brasileiros concorrem com o Barcelona; o tenista Roger Federer; o motociclista Valentino Rossi; o velocista Justin Gatlin; e a velocista Sally Pearson. Na indicação de melhor momento esportivo, os concorrentes da Chapecoense são os torcedores da equipe de futebol americano Iowa Hawkeyes; a criança inglesa torcedora de futebol que foi vítima de câncer, Bradley Lowery; o pequeno fã do piloto Kimi Räikkönen, Thomas Daniel; e Billy Monger, o piloto de automobilismo britânico que teve as duas pernas amputadas.

Abaixo, todos os indicados ao Prêmio Laureus.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: