Seleccione Edição
Login

Lady Gaga revela que tem fibromialgia e cancela ida ao Rock in Rio

Às vésperas do festival, organização anuncia que Maroon 5 vai substituir a cantora

Lady Gaga rock in Rio
Lady Gaga, no tapete vermelho do Festival de Toronto REUTERS

Lady Gaga cancelou sua participação no festival de música Rock in Rio, que começa nesta sexta-feira, 15 de setembro. O anúncio foi feito apenas um dia após a cantora revelar que sofre de fibromialgia, uma doença crônica que provoca dor muscular generalizada, cansaço, sono e problemas de memória. Em razão da doença, ela cancelou sua participação no festival que acontece no Rio de Janeiro entre 15 e 24 de setembro. O grupo Maroon 5 assumiu o lugar da cantora e fará apresentações nos dias 15 e 16.

A artista, de 31 anos, já havia comentado em várias ocasiões que sofre de dor crônica, mas até agora não tinha especificado qual era o problema. A fibromialgia será tema inclusive de em um documentário que estreia na Netflix em 22 de setembro.

No documentário Gaga: Five Foot Two (Gaga: 1,57 metros, em referência a sua altura real e sua maneira de dizer que não é uma estrela tão grande como parece), a artista retrata o último ano de carreira e explica como lida com a dor em sua vida cotidiana. Em 8 de setembro, Gaga o apresentou em Toronto e disse que sua dor é “dura, mas liberadora.”

“Existe algo dentro de mim que acredita que a dor é um microfone... e a dor não me faz nada bem, a menos que eu a transforme em algo que seja bom”, afirmou, com lágrimas nos olhos, sem dar detalhes sobre a doença. Na mesma entrevista coletiva, a cantora anunciou que planeja se aposentar por um tempo dos palcos para descansar e “refletir”.

Em sua conta do Twitter, Lady Gaga confirmou, na quarta-feira, que se trata de fibromialgia. “A doença que tenho e da qual falo em meu documentário é a fibromialgia”, afirmou na rede social. “Pretendo ajudar a conscientizar e a conectar as pessoas que sofrem dessa doença.” Em outro tuíte, ela menciona os remédios que utiliza para aplacar a dor.

Em 2016, Lady Gaga começou a falar nas redes sociais de seus problemas físicos. A ultima vez foi em agosto, antes da apresentação do documentário, quando publicou uma imagem sua sob tratamento médico e disse que tinha “um dia frustrante com dor crônica”, mas que se sentia “abençoada por ter médicas tão fortes e inteligentes”.

Também em 2016, a cantora começou a falar de suas dores da alma. “Tenho uma doença mental e luto contra ela todos os dias”, afirmou, em referência ao estresse pós-traumático que sofre por um estupro sofrido aos 19 anos.

MAIS INFORMAÇÕES