Linhas aéreas

Qatar Airways lança voo comercial mais longo no mundo: Doha-Auckland

O voo dura 17 horas e 30 minutos e cobre uma distância de 14.535 quilômetros

O avião que estreia o trajeto entre a capital de Nova Zelândia e Doha. HANDOUT (REUTERS) / VÍDEO: REUTERS-QUALITY (reuters_live)

A Qatar Airways lançou sua nova rota de Doha a Auckland (Nova Zelanda), o voo comercial mais longo do mundo na atualidade, que dura 17 horas e 30 minutos e cobre uma distância de 14.535 quilômetros, informou a companhia num comunicado.

Mais informações

Com esse voo, a Qatar se torna a companhia aérea que opera o trajeto mais longo e supera a Emirates, que conecta a Cidade do Panamá e Dubai com um voo que percorre 13.821 quilômetros em 17 horas e 35 minutos. Este, por sua vez, superou o tempo de voo entre Sydney (Austrália) e Dallas (EUA), da companhia aérea australiana Qantas Airways, que até o ano passado era o trajeto direto mais longo do mundo.

O novo voo diário para Auckland é operado pelo Boeing 777, com 259 lugares, além do sistema de entretenimento Oryx da companhia aérea.

Os voos diários da rota Doha-Auckland-Doha também oferecerão 116 toneladas de capacidade por semana “para apoiar as crescentes importações de matérias-primas, materiais industriais e bens de consumo feitas da Nova Zelândia”, de acordo com a companhia aérea.

Auckland é o primeiro lançamento do ano da companhia aérea, que acrescentou 14 novos destinos à sua rede em 2016 e planeja lançar mais entre 2017 e 2018, incluindo: Yanbu e Tabuk (Arábia Saudita); Dublin (Irlanda); Nice (França); Skopje (Macedónia); Chiang Mai (Tailândia); Sarajevo (Bósnia Herzegovina); Libreville (Gabão); Douala (Camarões); Rio de Janeiro (Brasil); Santiago (Chile); Canberra (Austrália); Medan (Indonésia) e Las Vegas (EUA).

Mudanças de rota

Em outubro de 2016, a companhia Air India voou de Nova Deli a San Francisco. O trajeto mais curto para essa rota é pelo Atlântico. No entanto, a empresa o fez cruzando o Pacífico. Assim, o trajeto aumentou em 1.400 quilômetros, atingindo 15.127 sem escalas. Ou seja, 592 quilômetros a mais do que a ligação regular lançada pela Qatar Airways entre Doha e Auckland.