impeachment de dilma

STF rejeita barrar impeachment: assim te contamos em tempo real

Ministros decidiram não acolher solicitação da AGU que adiaria votação de domingo

Dilma Rousseff, nesta quarta-feira em Brasília.
Dilma Rousseff, nesta quarta-feira em Brasília.EVARISTO SA (AFP)

Mais informações

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) negou pedido da Advocacia-Geral da União para anular parte do trâmite do impeachment da presidenta Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados e, assim, adiar a votação decisiva prevista para domingo. A defesa da presidenta apontava falhas, entre elas cerceamento do direito de defesa. Antes, a Corte havia negado três pedidos judiciais para alterar as regras que tratavam da ordem de votos no plenário. Está mantido o definido pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, com Estado inteiro do Norte, seguido por um Estado inteiro do Sul, alternadamente.

Acompanhe o debate que levará à votação do impeachment de Dilma desta sexta-feira 15/04.

Assim te contamos as discussões do STF sobre o processo do impeachment de Dilma em tempo real: