O intelectual errante

O pensador Albert O. Hirschman acreditava no diálogo entre adversários e desconfiava dos esquemas totalizantes. Uma atitude necessária nesta época insegura

FERNANDO VICENTE

Albert O. Hirschman era um judeu alemão que, como seus compatriotas Hannah Arendt e Walter Benjamin, parecia ter lido todos os livros e falar todos os idiomas. Nascido em Berlim em 1915, fugiu em 1933 da Alemanha nazista, onde tinha começado a estudar Economia e a militar no Partido Socialista. Prosseguiu seus estudos na França, Londres e Trieste, tornando-se um especialista na economia da Itália, ao mesmo tempo em que viajava a Paris, onde aj...

Mais informações