Pandemia de coronavírus

Casos de Covid aumentam em 40 dos 50 Estados dos EUA

Num momento em que o país registra mais de 50.000 casos positivos diariamente pelo segundo dia consecutivo, o governador do Texas, que é republicano, ordena pela primeira vez o uso de máscaras

O governador do Texas, Greg Abbott, coloca uma máscara.
O governador do Texas, Greg Abbott, coloca uma máscara.Ricardo B. Brazziell / AP

Não há praticamente nenhum dado encorajador nos números da covid-19 nos Estados Unidos, quatro meses depois do início da pandemia e quando outros países já conseguiram estabilizar o contágio. O número de casos nos EUA estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira, com 51.000 positivos detectados em um único dia, uma cifra que marca o terceiro recorde consecutivo em meio a um aumento repentino nos casos de coronavírus. Nove Estados superaram as próprias máximas. A pandemia se espalhou por todo o território e houve um aumento de casos em 40 dos 50 Estados.

Mais informações

Em uma decisão que ilustra a preocupação das autoridades, o governador do Texas, Greg Abbott, instituiu o uso obrigatório de máscara na maior parte do Estado, depois de meses se recusando a fazer isso. O Texas tem sido uma das unidades mais alinhadas com a atitude do presidente Donald Trump de minimizar a pandemia e seus efeitos, e relativizar medidas como a máscara e o distanciamento social. O Texas registrou 8.000 novos casos nesta quinta-feira. Já há 19 Estados com a obrigatoriedade de máscara em locais públicos, o fator que, segundo especialistas, mais contribui para frear os contágios no comportamento individual.

Os Estados com os surtos mais graves são Arizona, Flórida e Texas. Na Flórida, 10.000 casos foram confirmados nesta quinta-feira, uma cifra diária que nenhum país europeu teve no pior momento da crise. Até a Califórnia, que conseguiu controlar a progressão do contágio enquanto hospitais entravam em colapso em Nova York, viu subirem repentinamente os casos. Nesta quinta-feira houve um aumento de 37% no número de positivos. As hospitalizações aumentaram 56% nas últimas duas semanas. Embora a capacidade de resposta do aparato da saúde esteja garantida, se os contágios continuarem nessa progressão o sistema poderia ficar comprometido em questão de semanas.

Donald Trump vem insistindo há dias que o número de infecções está aumentando porque estão sendo feitos muito mais testes. Trump repetiu essa afirmação nesta quinta-feira à noite, deixando de considerar que as hospitalizações também estão aumentando, o que ameaça o sistema de saúde.

Um ex-candidato presidencial republicano, Herman Cain, foi hospitalizado com covid-19, de acordo com sua conta no Twitter. Há 12 dias, Cain esteve no comício de Trump em Tulsa, Oklahoma, onde se reuniram milhares de pessoas sem máscaras em um recinto fechado, num ato que o presidente e seus seguidores transformaram em uma espécie de desafio às normas de segurança.

Os Estados Unidos já acumulam 128.000 mortes por Covid, quase um quarto de todas as mortes registradas no mundo.

Informações sobre o coronavírus:

- Clique para seguir a cobertura em tempo real, minuto a minuto, da crise da Covid-19;

- O mapa do coronavírus no Brasil e no mundo: assim crescem os casos dia a dia, país por país;

- O que fazer para se proteger? Perguntas e respostas sobre o coronavírus;

- Guia para viver com uma pessoa infectada pelo coronavírus;

- Clique para assinar a newsletter e seguir a cobertura diária.

Mais informações

O mais visto em ...

Top 50