Agressividade de Bolsonaro aos jornalistas que o interrogam é grosseria ou delito?

A reação da sociedade contra a incapacidade de responder críticas e a ameaça ao repórter começa a revelar que talvez não se trate apenas de falta de educação do presidente, mas sim de algo mais grave

Jair Bolsonaro próximo à Catedral de Brasília, em 23 de agosto.
Jair Bolsonaro próximo à Catedral de Brasília, em 23 de agosto.SERGIO LIMA / AFP

As ameaças do presidente Jair Bolsonaro a um jornalista d’O Globo que o interrogava sobre suas relações com o caso Queiroz ―a quem respondeu manifestando sua vontade de “encher tua boca de porrada”―, foi qualificado como grosseira e indigna do cargo que ocupa. Só isso? Seria preciso perguntar se a vontade de agressão física ao jorna...

Mais informações