Adoções

Os novos pais da menina anã abandonada: “Natalia está bem. Já é parte da família”

Casal que acolheu Natalia Grace diz que “há coisas que estão sendo ditas que são verdade, e outras que não”. Seus pais anteriores alegam que ela mentiu sobre sua idade e tentou assassiná-los

Antwon e Cynthia Mans, pais de acolhida de Natalia Grace, durante a entrevista ao canal Cuatro.
Antwon e Cynthia Mans, pais de acolhida de Natalia Grace, durante a entrevista ao canal Cuatro.

Mais informações

O casal que acolheu Natalia Grace Barnett, a jovem cujos pais adotivos estão sendo processados por abandoná-la em 2013 quando era supostamente uma menina, e cuja história agora deu a volta ao mundo, rompeu seu silêncio para respaldá-la. A adolescente anã, que hoje teria 16 anos, segundo sua certidão de nascimento original, foi acusada por seus pais adotivos anteriores, Kristine e Michael Barnett, de ocultar sua verdadeira idade (atribuem-lhe 11 anos a mais) e de tentar matá-los, segundo seu relato ao jornal britânico Daily Mail.

No tribunal de Tippecanoe (Indiana, EUA) prossegue o inquérito sobre uma trama que ainda vai demorar a ser totalmente esclarecida. E enquanto isso os Mans, a nova família de Natalia Grace, que se mantiveram em silêncio até agora, contaram que a jovem “está bem” e que para eles a moça é uma a mais no lar que compartilham em Lafayette, uma cidade com um pouco mais de 55.000 habitantes. “Há coisas que estão sendo ditas que são verdade, e outras que não são. Continuaremos incentivando Natalia”, afirmou ao programa Al Día, do canal de TV espanhol Cuatro, o pastor Antwon Mans, pai de outros quatro filhos.

As declarações dos Mans resolvem uma das dúvidas que pairavam sobre o caso: o paradeiro da protagonista da história. “Temos que tomar cuidado com a informação que revelamos para proteger Natalia e a nossa família, temos que tomar cuidado com o que dizemos. Mas ela é parte da família”, afirmou Cynthia Mans. Em 2013, os Barnet decidiram se mudar para o Canadá. Mas levar Natalia não estava nos seus planos. Então, alugaram um apartamento e a deixaram sozinha. Um ano depois, quando pararam de pagar o aluguel, Natalia Grace foi despejada, e então teve início a investigação policial. Kristine e Michael Barnett se encontram em liberdade após pagarem fiança.

Michael e Kristine Barnett, primeiros pais adotivos da jovem, a quem abandonaram em 2013.
Michael e Kristine Barnett, primeiros pais adotivos da jovem, a quem abandonaram em 2013.Cárcel de Tippecanoe

Quando seus pais adotivos supostamente a abandonaram, em 2013, sua mãe afirmava que ela já tinha mais de 20 anos e, entretanto, sua certidão de nascimento apontava que tinha menos de 11. De alguma forma, ainda sem esclarecer, os Barnett modificaram a idade da menor nos documentos oficiais, em que a suposta menina passou a ser maior de idade. Os Mans solicitaram sua custódia em 2016, mas os Barnett apresentaram uma objeção, e um juiz decidiu que Natalia tinha nascido em 1989, por isso era maior de idade e não podia ser adotada, segundo o Daily Mail.

Desde junho passado, sua nova família não tinha compartilhado nenhuma foto em Natalia Grace aparecesse, como vinha sendo habitual nos últimos anos. Isso gerou especulações de que ela teria ido embora da casa da família em Lafayette, mas a entrevista ao canal Cuatro desmente essa suspeita. “O que podemos dizer é que Deus está do nosso lado e lutando por nós. Enquanto continuar assim, funcionará”, afirmou Cynthia Mans. Enquanto isso, ainda restam muitos nós por desatar.

Natalia Grace, abaixo à direita, em uma imagem publicada por sua nova família de acolhida.
Natalia Grace, abaixo à direita, em uma imagem publicada por sua nova família de acolhida.FACEBOOK