Renée Zellweger

Renée Zellweger retorna em série após descansar da “toxicidade” de Hollywood

Atriz regressa via Netflix e estrelará filme. “Senti que estava perdendo minha identidade”, diz

MAIS INFORMAÇÕES

Depois de ter sumido por vários anos, Renée Zellweger retorna com a série Dilema e explica as razões de sua ausência de Hollywood em uma entrevista à Closer. "Senti que estava perdendo minha identidade. Não conseguia mais suportar aquele ambiente, não podia mais me aguentar. Hollywood é um universo onde você pode rapidamente perder o rumo. Eu realmente gosto do trabalho de atriz, mas não conseguia aguentar nada que o rodeia. Tive a sorte de perceber que uma carreira não tem importância em relação à vida em geral”, explicou a atriz. “Senti que havia me transformado em uma espécie de impostora", acrescentou. “Não conseguia mais me olhar, nem mesmo me ouvir falando. Era hora de fazer uma pausa. Senti a necessidade de entrar em uma espécie de silêncio para melhor ouvir os outros e entender melhor a vida. Deixando Hollywood, me tornei mais forte. Aprendi muito com essa experiência e isso me permitiu retornar a Hollywood com outro estado de ânimo", disse.

Zellweger escolheu a televisão para o regresso, e não o cinema. "Não há mais uma distinção entre cinema e televisão. Chegamos a um ponto em que os programas de televisão podem ter uma qualidade ainda melhor do que os filmes", observou.

A atriz, tantas vezes esquadrinhada por suas mudanças estéticas, também falou sobre essa controvérsia. "Pode surpreender, mas essas críticas não me abalaram. Admito que esse período foi extremamente violento para mim, mas acho que me deixou ainda mais forte. Na verdade, é bem estranho, mas esses comentários me fizeram me sentir melhor comigo mesma, aprendendo mais sobre quem eu era como mulher, como pessoa.”

Longe de Hollywood, a atriz passou muito tempo com a família, estudou e trabalhou para instituições beneficentes. "Fazia muito tempo que eu queria me dedicar a associações que lutam pela defesa e proteção de mulheres em todo o mundo. Por isso, passei um tempo na Libéria desenvolvendo um programa escolar para jovens mulheres."

Ela também gosta muito de correr. "Percebi que essa atividade física me permitia eliminar meu estresse, meu cansaço e minhas ansiedades", explicou.

Sobre a vida pessoal, diz que ser famosa não teve um impacto negativo na vida amorosa. "Acho que todo relacionamento é influenciado pelo trabalho e pela vida em geral. É algo que é bastante humano. No entanto, é claro que em um relacionamento é melhor ficar longe desse ambiente, que pode ser muito tóxico".

Arquivado Em: