Bebê real

Jornalista compara filho de Meghan Markle e príncipe Harry a um chimpanzé

O apresentador inglês Danny Baker foi demitido pela BBC após publicação racista no Twitter

Os duques de Sussex apresentam seu filho, Archie Harrison, na quarta-feira passada, no castelo de Windsor
Os duques de Sussex apresentam seu filho, Archie Harrison, na quarta-feira passada, no castelo de Windsor (Getty Images)

MAIS INFORMAÇÕES

Um apresentador da rádio britânica BBC Radio 5, Danny Baker, foi demitido por publicar uma mensagem no Twitter em que fazia referência ao recente nascimento do filho dos duques de Sussex, o príncipe Harry e sua mulher, Meghan Markle, com a foto de um chimpanzé. O tuíte, que já foi eliminado da rede social, mostrava a imagem de um casal caminhando de mãos dadas com um chimpanzé e uma legenda que dizia: “O bebê real sai do hospital”.

Baker, de 61 anos, que apresentava um programa na Radio 5 Live aos finais de semana, foi muito criticado pelo que alguns interpretaram como uma piada com a origem racial de Meghan Markle, cuja mãe, Doria Ragland, é afro-americana.

Um porta-voz da BBC disse que a mensagem foi “um grave erro de avaliação” e acrescentou que publicações desse tipo “contrariam os valores que nós, como emissora, pretendemos encarnar”. “Danny é um locutor brilhante, mas já não apresentará um programa semanal conosco”, comunicou a emissora pública.

O apresentador Danny Baker, que foi demitido da BBC
O apresentador Danny Baker, que foi demitido da BBCYui Mok (AP)

Depois das críticas que recebeu por parte de alguns usuários, Baker se desculpou com outra mensagem, o que não foi suficiente para evitar sua demissão. “Teria usado a mesma imagem estúpida para qualquer outro bebê real, o filho de Boris Johnson ou mesmo um dos meus. É uma imagem divertida (embora não neste contexto, claro). Grande erro, obviamente. Grotesco”, afirmou o jornalista.

O tuíte polêmico, e já eliminado, de Danny Baker
O tuíte polêmico, e já eliminado, de Danny Baker

O príncipe Harry e Meghan Markle apresentaram seu bebê recém-nascido nesta quarta-feira à rainha Elizabeth II. Trata-se do oitavo bisneto da soberana, batizado de Archie Harrison Mountbatten-Windsor, o sétimo na linha de sucessão ao trono britânico.

Meghan Markle foi objeto de críticas e comentários racistas desde que chegou à vida de Harry, em 2016. Em dezembro passado, eles receberam ameaças de um grupo neonazista britânico por formar “um casal inter-racial”, o que contraria os princípios dos supremacistas brancos. Em março, a Casa Real britânica anunciou que dedicaria mais recursos a eliminar os comentários dirigidos à duquesa de Sussex e a bloquear as contas abusivas do Twitter e Instagram. A família real também emitiu um conjunto de orientações para as pessoas que participam de seus canais nas redes sociais.

Arquivado Em: