Mulheres no esporte

Pela primeira vez, uma mulher vai apitar jogo masculino da liga francesa

No próximo domingo, Stéphanie Frappart comandará a partida entre Amiens e Strasbourg como preparação para a Copa do Mundo feminina

Stephanie Frappart, durante a Eurocopa feminina, em 2017.
Stephanie Frappart, durante a Eurocopa feminina, em 2017.Yves Herman (REUTERS)

Mais informações

Stéphanie Frappart, que desde 2014 apita partidas da segunda divisão francesa, se tornará no próximo domingo a primeira mulher a comandar um jogo da Ligue 1, principal campeonato masculino de futebol na França, a poucos meses de o país sediar a Copa do Mundo feminina, informou nesta terça-feira a Federação Francesa de Futebol (FFF).

Frappart, de 35 anos, apitará Amiens x Strasburg como parte da preparação para o Mundial, que começa em 7 de junho. Ela é uma das árbitras selecionadas pela FIFA, indicou a FFF em um comunicado. Atendendo a uma solicitação da FIFA, o futebol francês quer "preparar nas melhores condições" sua representante.

A França conta com cerca de 1.000 árbitras. Por enquanto, apenas Frappart consegue viver do ofício. "Sua preparação também inclui o uso do VAR (árbitro de vídeo), que será utilizado na Copa do Mundo", assinalou a FFF. O árbitro francês, Clément Turpin, vai auxiliá-la nas cabines de vídeo no próximo domingo.

Frappart se junta a Bibiana Steinhaus, que, em 10 de setembro de 2017, comandou uma partida do Campeonato Alemão, como as duas únicas mulheres que apitaram jogos masculinos nas cinco maiores ligas da Europa.