Atentado na Holanda

Ataque em bonde em Utrecht, na Holanda, deixa ao menos três mortos e cinco feridos

A polícia investiga a ação, que ocorreu em um bonde, como um possível ataque terrorista. Principal suspeito foi preso, afirmam autoridades locais

Transmissão ao vivo do local do ataque em Utrecht
Transmissão ao vivo do local do ataque em UtrechtReuters

Três pessoas morreram e pelo menos cinco ficaram feridos nesta segunda-feira em um tiroteio na cidade holandesa de Utrecht, localizada a cerca de 65 quilômetros a leste de Haia. O principal suspeito do tiroteio, Gökmen Tanis, 37 anos, foi preso, segundo informaram autoridades locais. As forças de segurança informaram em sua conta no Twitter que o incidente ocorreu por volta das 10h45 no horário local (6h45 em Brasília), na Praça 24 de Outubro, e que o local foi isolado. "Estamos investigando o caso", disse a polícia nas redes sociais, onde acrescentou que o tiroteio ocorreu em um bonde. Várias testemunhas disseram que uma pessoa fez os disparos e depois fugiu, segundo o jornal Algemeen Dagblad e o jornal Volksrant. As autoridades acionaram a unidade antiterrorista. "A motivação terrorista é parte da investigação", disse a polícia em outro tweet.

MAIS INFORMAÇÕES

Além disso, um jornalista do jornal Algemeen Dagblad informou que um porta-voz da polícia disse que o autor do tiroteio escapou. Segundo este jornal, pelo menos uma mulher foi baleada no peito e três pessoas chegaram a receber assistência cardiorrespiratória. O primeiro-ministro dos Países Baixos, Mark Rutte, cancelou a reunião que mantinha com membros da coligação governamental. O presidente afirmou que, embora ainda não se saiba se é um ato terrorista, ele está "muito preocupado". O executivo montou a comissão de crise para monitorar a situação e a polícia recomendou o fechamento das entradas das escolas da cidade. O coordenador de contraterrorismo do país informou em sua conta no Twitter que o nível de ameaça terrorista na província de Utrecht foi elevado ao máximo

Segundo uma televisão de Utrecht em sua página Web, os tiros ocorreram perto do antigo hospital Oudenrijn. As autoridades pararam o tráfego de bondes na área e dois helicópteros sobrevoam o local. Uma testemunha dos acontecimentos, Jimmy de Koster, ouviu vários tiros. "Quando eu saí do meu trabalho e esperei para cruzar no semáforo, eu vi uma mulher deitada no chão. Naquele momento eu ouvi três tiros." Quatro homens vieram rapidamente até ela e tentaram afastá-la. Então eu ouvi tiros de novo e os homens deixaram a mulher ir embora, houve muito caos ", disse à televisão holandesa.

O hospital universitário de Utrecht montou um dispositivo de emergência especial para cuidar dos feridos.

Arquivado Em: