Governo Bolsonaro

Carlos Nadalim, da escola Balão Mágico a um posto estratégico no MEC

Mestre em educação e coordenador da escola de sua família em Londrina, ele vai cuidar da nova ênfase na alfabetização no Ministério da Educação

Carlos Nadalim ao lado de Olavo de Carvalho com um filtro declarando seu voto ao atual presidente Jair Bolsonaro. A foto foi retirada da página do Facebook de Nadalim.
Carlos Nadalim ao lado de Olavo de Carvalho com um filtro declarando seu voto ao atual presidente Jair Bolsonaro. A foto foi retirada da página do Facebook de Nadalim.

Carlos Nadalim, o novo secretário de Alfabetização do Ministério da Educação (MEC), se destaca em alguns aspectos: a militância contra as ideias do pedagogo Paulo Freire, demonizadas por serem "marxistas", e o entusiasmo pela educação domiciliar, que ele divide com os seus 168 mil seguidores em seu canal “Como educar seus filhos” no YouTube. No mundo offline, a experiência de Nadalim se dá como coordenador da escola Mundo do Balão Mágico, em Londrina, fundada por sua mãe. No censo escolar de 2017, a escola contava com pouco menos de 150 alunos até o 5º ano.

MAIS INFORMAÇÕES

Carlos Nadalim é formado em direito pela Universidade de Londrina com especializações em filosofia moderna e história da arte, além de um mestrado em Educação na mesma instituição. Até aí,um currículo modesto. O pulo do gato, que o levou a um posto estratégico e novo em uma das pastas mais importantes da Esplanada, é um apadrinhamento-chave: ele é mais um "olavete", discípulo do autointitulado filósofo Olavo de Carvalho, o guru da ultradireita e maior influenciador do Governo Bolsonaro. O próprio Carvalho sugeriu seu nome para Ricardo Vélez, o ministro da Educação que também indicou.

"Há poucos cursos de magistério no país, por exemplo, que é onde se aprende o procedimento técnico para o ensino. Paulo Freire chama isso de tecnicismo e diz que ele desvincula o educando de seu contexto. Ele faz uma defesa ideológica do fim da alfabetização, porque ele quer que a criança tome consciência de classe. Para ele você precisa ensinar a criança a linguagem porque ela é dominada pela classe dominante que impõe seu discurso. Mas a alfabetização não é isso. Alfabetização é uma técnica para ela decodificar e reconhecer palavras”, explica Nadalim em seu site.

Desde 2013, Nadalim mantém o canal “Como educar seus filhos” e exibe, entre os conteúdos, entrevistas com pessoas como o seu professor, Olavo de Carvalho, e o Padre Paulo Ricardo, que defende a educação moral. No site que leva o mesmo nome, além dos vídeos, Nadalim disponibiliza textos e cursos online como o “Ensine seus Filhos a Ler – Pré-alfabetização”, que já formou 2.758 pais e mães.

Nadalim é conhecido na Internet por ser um defensor da educação domiciliar e do método de alfabetização fônico, que alfabetiza a partir da apresentação dos sons de cada letra e a junção de sílabas, método que não prioriza a interpretação de texto como defendia Paulo Freire, e sim a decodificação.

Assine nossa newsletter diária

O melhor do EL PAÍS Brasil no seu email.

Jornalismo de qualidade para um ano sem precedentes.