Seleccione Edição
Login

Paolo Guerrero vai jogar a Copa do Mundo

Atacante do Peru consegue efeito suspensivo para punição por doping aplicada pelo TAS

Guerrero Copa do Mundo
Guerrero durante um jogo pela seleção peruana. Reuters

Paolo Guerrero estará na Copa do Mundo Rússia 2018. O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) comunicou nesta quinta-feira que "não vai se opor ao pedido urgente de suspensão apresentada por ante o Tribunal Federal Suíço" pelo atacantte do Peru. Isto significa que o capitão da seleção peruana de futebol finalmente poderá jogar a Copa, após a posterior confirmação do tribunal suíço, que é quem lhe outorga a medida cautelar. O atacante, de 34 anos, jogava sua última cartada na Justiça para conseguir suspender a punição de 14 meses imposta pelo TAS por testar positivo em exame antidoping realizado em outubro de 2017 para uma substância da cocaína.

"O Sr. Paolo Guerrero apresentou um pedido urgente de suspensão de execução da pena com o intuito de poder participar da próxima Copa do Mundo FIFA na Rússia. O TAS não vai se opor ao pedido urgente de suspensão apresentado pelo Sr. Guerrero", explica em comunicado o tribunal esportivo.

Também confirma que o recurso está dirigido "contra o laudo arbitral do TAS que acolheu parcialmente a apelação apresentada pela Agência Mundial Antidoping (WADA) diante da decisão do Comitê de Apelação da FIFA, no último dia 20 de dezembro, em virtude da qual se incrementou à suspensão do Sr. Guerrero de 6 a 14 meses". Ele já havia cumprido seis meses de pena, mas os 14 o deixariam fora da Copa do Mundo.    

Em novembro de 2017, a Federação Peruana de Futebol informou que a FIFA havia suspendido Guerrero provisoriamente por 30 dias, porque teria detectado em uma amostra de urina a substância benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína. Segundo o jogador, o teste positivo foi consequência da ingestão de um remédio contra a gripe.

MAIS INFORMAÇÕES