Programa ‘Voz Ativa’ debate a influência das ‘fake news’ no Brasil

Especialistas em redes sociais e direito na internet discutem o assunto às 22h15 desta segunda-feira

Mais informações

A proximidade da eleição presidencial elevou a preocupação sobre a influência que as fake news, notícias falsas com intenções maliciosas, podem vir a ter no pleito de outubro. O temor de interferências indevidas no processo eleitoral tem levado as autoridades brasileiras a estudar estratégias para lidar com um fenômeno que pautou os debates sobre a última eleição norte-americana e o referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia. Para tentar esclarecer os riscos envolvidos, o programa Voz Ativa desta segunda-feira, 30 de abril, coloca em discussão os possíveis impactos das fake news na opinião pública nacional.

O apresentador Florestan Fernandes Júnior recebe Drica Guzzi, da Escola do Futuro da Universidade de São Paulo (USP); o jornalista do El País Brasil Rodolfo Borges; o também jornalista e editor do site O Beltrano Rafael Mendonça; a historiadora e coordenadora do Centro de Convergência de Novas Mídias da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Regina Helena Alves da Silva; e o fundador da ONG Safernet Brasil, Thiago Tavares.

O Voz Ativa vai ao ar toda segunda-feira às 22h15 pela Rede Minas, e é transmitido também pela internet por meio do site da emissora e nas páginas de Facebook do programa e do El País Brasil. Desde janeiro, quando passou a ser exibido, o programa já entrevistou personalidades como a atriz Elisa Lucinda, a antropóloga Jaqueline Muniz e o jornalista Juca Kfouri