Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Lula preso, a ordem de Sérgio Moro para esta sexta-feira

Um dia após o STF negar o habeas corpus do ex-presidente, TRF4 autoriza o juiz federal a prendê-lo

Lula preso
Lula no Sindicato dos Metalúrgicos.

O juiz Sérgio Moro decretou nesta quinta-feira a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um dia depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) negar um pedido de habeas corpus da defesa do petista. A ordem, emitida pela Justiça de Curitiba, é de que Lula se entregue até às 17h desta sexta-feira, "vedada a utilização de algemas". No despacho, Moro esclarece ainda que "em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-Presidente ficaraá separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física". Lula decidiu, após o anúncio, se reunir com dirigentes e receber o apoio dos militantes no Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, onde ele começou a carreira política. Muitos discursara, mas não o petista, que só falou com alguns presentes. "Fique tranquila. Os justos vencerão", disse Luiz Inácio Lula da Silva a uma militante que chorava.

Acompanhe a repercussão do pedido de prisão de Lula:

MAIS INFORMAÇÕES