Jornalismo

EL PAÍS Brasil é finalista do prêmio Geneton Moraes Neto

Premiação organizada pela Fundaj tem como tema Memória e Cidade e acontecerá no dia 26 de março

Favela Panorama com o Parque Cidade Jardim ao fundo
Favela Panorama com o Parque Cidade Jardim ao fundoTuca Vieira

Mais informações

O EL PAÍS Brasil é um dos três finalistas do Prêmio Geneton Moraes Neto de Jornalismo, organizado pela Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), em Recife, com a reportagem "A favela do Parque Cidade Jardim: uma metáfora da São Paulo Moderna", assinada pelo repórter André de Oliveira. A premiação, que acontecerá no dia 26 de março, durante a inauguração de uma nova sede da Fundaj, é uma homenagem ao escritor e jornalista pernambucano Geneton Moraes, que morreu em 2016, aos 60 anos, no Rio de Janeiro.

O tema do prêmio deste ano é "Memória e Cidade" e os trabalhos nas categorias audiovisual e texto, foram analisados por uma comissão julgadora constituída por cinco membros: um representante da Fundaj, um representante do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco, um representante do Ministério da Educação, um representante da Federação Nacional de Jornalistas e um representante da Intercom - Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação.

A reportagem do EL PAÍS narra o cotidiano de funcionários do complexo de luxo do shopping Cidade Jardim, em São Paulo, que almoçam em uma favela vizinha em busca de preços menores e um ambiente mais descontraído. O texto foi publicado no início de 2016, em comemoração ao aniversário da capital paulista. Ao todo, a premiação dos três primeiros lugares das duas categorias é de 100 mil reais. O resultado será divulgado no próprio site do prêmio, que pode ser acessado aqui.