Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

PT oficializa Lula como pré-candidato após condenação no TRF-4

Assim contamos, minuto a minuto, o julgamento e o anúncio da pré-candidatura do líder petista

Lula condenado Ver galeria de fotos
O ex-presidente Lua, no evento do PT em São Paulo nesta quinta-feira, um dia após a condenação. EFE
São Paulo / Porto Alegre

O ex-presidente Lula foi lançado como pré-candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) à Presidência, durante reunião da executiva nacional da legenda nesta quinta-feira, 25 de janeiro, um dia após a condenação por corrupção pelo TRF-4.  Condenado em segundo grau nesta quarta em Porto Alegre, o ex-presidente terá de lutar na Justiça Eleitoral para poder disputar as eleições 2018. "Eles sabem que condenaram um inocente", declarou o líder petista, durante o evento do partido em São Paulo.

Lula foi condenado em julgamento em segunda instância por unanimidade: os desembargadores João Pedro Gebran Neto (relator), Leandro Paulsen (presidente da 8ª Turma do TRF-4), e Victor Laus votaram pela manutenção da condenação do ex-presidente no escândalo do triplex no Guarujá e pelo aumento da pena, de 9 anos e 6 meses (sentença do juiz Sergio Moro) para 12 anos e um mês de prisão. Houve protestos contra a sentença e manifestações em comemoração em Porto Alegre e São Paulo. Cabe recurso da decisão em segundo grau, mas Lula corre risco de ser preso.

Veja como foi a cobertura do julgamento e condenação de Lula e da pré-candidatura:

MAIS INFORMAÇÕES