Crime nos EUA

Casal é preso na Califórnia por manter seus 13 filhos acorrentados e desnutridos

A polícia foi avisada por uma das meninas, que conseguiu fugir de casa. As vítimas têm entre 2 e 29 anos

Louise Anna e David Allen Turpin com seus filhos
Louise Anna e David Allen Turpin com seus filhos

Mais informações

A descoberta estarrecedora aconteceu na manhã de domingo, dia 14, e foi divulgada na segunda-feira pelo xerife do condado de Riverside em uma nota à imprensa. A jovem que avisou a polícia disse que tinha conseguido fugir e telefonar de um celular que tirou da casa, situada em uma rua sem saída de um condomínio em Perris, 120 quilômetros a leste de Los Angeles.

Os pais foram identificados como David Allen Turpin, de 57 anos, e Louise Anna Turpin, de 49. As crianças foram descobertas em um ambiente “escuro e fedorento”. Algumas estavam acorrentadas às camas.

“Os pais não conseguiram dar uma explicação lógica do motivo pelo qual estavam imobilizados dessa maneira”, diz a nota. “Os agentes encontraram dentro da casa o que acreditavam ser 12 crianças, mas ficaram impressionados ao descobrir que sete na verdade eram adultos, com idades entre 18 e 29 anos. As vítimas pareciam sujas e muito desnutridas”.

Fotos policiais de Louise Anna Turpin e David Allen Turpin, os pais presos
Fotos policiais de Louise Anna Turpin e David Allen Turpin, os pais presos

As vítimas receberam atendimento médico e comida, depois de dizerem aos agentes que estavam famintos. Os serviços de Proteção aos Menores estão ajudando na investigação. A criança mais nova tinha dois anos. Todos foram hospitalizados.

Os pais foram presos e enfrentam nove acusações por tortura e 10 por colocar menores em perigo. O juiz estabeleceu uma fiança de 9 milhões de dólares para cada um. Eles não têm antecedentes no condado.

Na tarde de segunda-feira se sabiam poucos detalhes a respeito do casal. Segundo os arquivos do condado de Riverside, citados pela imprensa local, os Turpin são donos de um lote em que há uma escola chamada Sandcastle Day School, criada em 2011. Nos registros do Departamento de Educação, David Turpin figura como diretor. Esses mesmos registros revelam que a escola particular tem seis alunos.

Vizinhos e jornalistas em frente à casa, em Perris, Califórnia
Vizinhos e jornalistas em frente à casa, em Perris, Califórnia

No Facebook, um perfil chamado David-Louise Turpin, uma combinação dos nomes dos pais, mostra dezenas de fotos do casal cercado de crianças, publicadas entre 2011 e 2016 em diversas situações. São três meninos e 10 meninas, uma delas bebê. Em uma das séries de fotos posam com um imitador de Elvis no que parece ser uma festa de casamento. O perfil afirma que Las Vegas é um dos lugares visitados.

Em outro álbum está toda a família, menos o bebê, na Disney. Os meninos têm o mesmo corte de cabelo do pai e todas as meninas exibem roupas e penteados iguais. Pessoas de sobrenome Turpin comentam as fotos com naturalidade, e uma pessoa de sobrenome Flores, que afirma ser irmã da mãe, comenta as fotos dela com o bebê.

A emissora local da ABC conversou com uma vizinha que disse ter visto o casal sendo preso e as crianças saindo da casa. “Estavam de pijama porque era muito cedo de manhã”, contou a mulher, que não quis ser identificada na câmera. “Estavam muito pálidos, como se nunca tivessem tomado sol. Vi alguns dos mais velhos, a maioria garotas, com um porte físico muito pequeno”.

A casa fica em um condomínio de casas relativamente novo no subúrbio de Perris, no vale de Temecula, próximo ao deserto no interior da Califórnia. Uma vizinha de frente citada pelo Los Angeles Times afirma que, quando se mudou, lhe disseram que o casal tinha 12 filhos, mas nunca viu todos. De vez em quando via três crianças entrando na caminhonete com os pais. Estavam muito pálidos. “Acreditava que estudavam em casa. Você sabe que há algo estranho, mas não quer pensar mal das pessoas”.