Seleccione Edição
Login

Bali deve evacuar 100.000 pessoas após outra erupção do vulcão Agung

Coluna de cinzas, que supera os 6.000 metros, fez com que o aeroporto fosse fechado

Vista do monte Agung nesta segunda-feira.
Vista do monte Agung nesta segunda-feira. EFE

O perigo de erupção do vulcão do monte Agung, na ilha indonésia de Bali, provocou o fechamento do aeroporto internacional de Lombok no domingo e a evacuação de 40.000 pessoas, mas as autoridades querem elevar esse número a 100.000, equivalente ao número de moradores em um raio de dez quilômetros do vulcão. Desde sábado, 26 empresas aéreas cancelaram suas operações em Bali.

O Centro de Mitigação de Perigos Vulcanológicos e Geológicos (PVMBG), subordinado ao Ministério de Energia e Recursos Minerais, indicou que a coluna de cinzas chega a mais de 6.140 metros de altura, segundo a agência estatal indonésia de notícias Antara. De acordo com o órgão, “podem ser ouvidas explosões fracas a 12 quilômetros de distância” e as chamas podem ser vistas durante a noite, o que indica “que uma potencial erupção pode ocorrer a qualquer momento”.

“Diante da possibilidade de um risco iminente de desastre, o nível de alerta no monte Agung foi elevado”, informou o Centro de Mitigação de Perigos Vulcanológicos, que pediu aos moradores que evacuem a região, segundo a agência britânica de notícias Reuters. Por enquanto 40.000 pessoas deixaram suas casas.

“Pedimos às pessoas na área de perigo que evacuem imediatamente porque existe o potencial de uma erupção maior”, disse Sutopo, porta-voz da Agência de Mitigação de Desastres da Indonésia (BNPB). “Nem todos os moradores foram evacuados. Existem alguns (que não o fizeram) porque seus animais não foram evacuados. Alguns pensam que estão a salvo”, frisou, acrescentando que as autoridades tentam persuadi-los para que o façam e adiantando que poderão usar a força.

Na terça-feira o vulcão lançou uma nuvem de vapor negro de 700 metros na primeira erupção de tipo não magmático desde as erupções de 1963 e 1964. Nessa época, as erupções duraram quase um ano e causaram mais de 1.100 mortes.

Bali é o principal destino turístico da Indonésia com uma afluência mensal de 200.000 turistas estrangeiros, de acordo com dados oficiais. O arquipélago indonésio está dentro do chamado Círculo de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica que é atingida por milhares de tremores por ano, a maioria de pequena magnitude.

MAIS INFORMAÇÕES