Acontecimentos

Achado corpo do menino arrastado por crocodilo em hotel da Disney em Orlando

A criança foi atacada na margem de um lago artificial de um hotel de Orlando, segundo o pai

Busca do menino de dois anos na lagoa Seven Seas, perto do centro de lazer Disney Grand Floridian. JOHN TAGGART (atlas)

Mais informações

A polícia do condado de Orange, no centro da Flórida, encontrou nesta quarta-feira o corpo de um menino de dois anos que um dia antes fora arrastado para a água por um crocodilo num lago artificial no hotel Grand Floridian Resort & Spa da Disney, do complexo de entretenimento Disney World, perto da cidade de Orlando. O chefe da polícia, Jerry Demings, disse em entrevista coletiva que uma equipe de mergulhadores encontrou os restos da criança no lago.

“O corpo está intacto e foi levado para o laboratório do legista do condado para a autópsia”, disse Demings. A criança foi identificada como Lane Graves, de Elkhom (Nebraska), e seus pais são Matt e Melissa Graves. “Claro que a família estava angustiada, mas eu acho que se sentiram aliviados que tenhamos encontrado intacto o corpo de seu filho”, disse o chefe da polícia. Depois das primeiras horas de busca os mergulhadores abandonaram a esperança de encontrar o menino com vida, pois não havia nenhuma possibilidade de que pudesse ter passado tanto tempo submerso no lago.

A Disney decidiu fechar todas as suas praias lacustres e marinas do complexo da Flórida como medida de precaução depois do incidente, que tornou um pesadelo as férias de uma família num lugar de sonho para as crianças.

O incidente aconteceu às 21h30 (22h30 hora de Brasília) durante a exibição de um filme na praia do hotel Grand Floridian. Jerry Demings relatou logo após o incidente que, no momento do ataque, o menino estava brincando na beira de um lago artificial e sua família estava descansando na areia. De acordo com o comandante da polícia, o pai entrou na água e tentou, sem sucesso, resgatar a criança, que acabou sendo arrastada pelo animal para o interior do lago. O crocodilo media entre 1,2 metro e 2 metros de comprimento, segundo afirmou Demings numa entrevista coletiva à meia-noite.

A família — os pais e três filhos — é de Nebraska e passava alguns dias de férias na Flórida. O chefe da polícia disse que nos últimos dias não houve relatos de ataques de crocodilos na área. Mais de cinquenta pessoas participaram dos trabalhos de busca da criança. No lugar não há sinais de alerta para a presença de crocodilos, mas avisos que desaconselham o banho.

Jeff Williamson, chefe do Departamento de Fauna do Governo da Florida, explicou que os esforços de busca continuam no lago e pelo ar. “Vamos incorporar mais pessoal e continuar com a busca”, explicou. “É preciso estar preparado para o pior confiando que aconteça o melhor”, acrescentou várias horas após o início da busca.

O Grand Floridian é um complexo hoteleiro de luxo de propriedade da Disney. É um dos três hotéis ligados por um trem monotrilho, a uma parada do parque temático Magic Kingdom. Um responsável da Disney disse que a empresa está “devastada” com o que aconteceu.